Videos

Video: Sobre crenças limitantes e vitimização

13/05/2016

Sobre crenças limitantes e vitimização | Blog Camile Carvalho | #camilecarvalho

O cenário é o seguinte: algo não dá certo em sua vida, e logo você pensa que já era de se esperar. Afinal, tudo na sua vida dá errado mesmo! Você até tentou que desse certo dessa vez, mas por causa de uma outra pessoa, todos os planos foram por água abaixo. Quer saber, se tiver uma próxima oportunidade, nem tentará novamente, já que nada dá certo com você.

Talvez eu tenha exagerado um pouco no drama, ou talvez não. Você consegue se enxergar em alguma situação que não deu certo e logo você culpou uma outra pessoa pelo fracasso ou se conformou de imediato, já que nada dá certo em sua vida? Talvez você esteja se fazendo de vítima da sua própria vida.

Crenças limitantes

Nossa mente é poderosa. Se quando vamos iniciar algum projeto já estamos conformados com crenças limitantes, dificilmente conseguiremos direcionar toda a energia necessária para que tenhamos êxito. Deixamos escapar pensamentos como “sou incapaz”, “nunca deu certo” entre outros, o que já nos causa um bloqueio antes mesmo de começarmos. Não tem como dar certo!

E o pior, muitas das nossas crenças limitantes são formadas e engessadas em nosso subconsciente a partir de experiências ligadas às emoções desde a nossa infância. Se observamos algum comportamento em nossos pais quando éramos crianças, muito provavelmente carregaremos aquela crença ligada à emoção até a idade adulta sem mesmo questionarmos, afinal, está tão enraizada que sequer pensamos sobre o assunto.

Sobre crenças limitantes e vitimização | Blog Camile Carvalho | #camilecarvalho

Dentre essas crenças limitantes, há três delas que são as principais e mais reproduzidas por aí de forma automática:

1) Eu não sou bom o suficiente

Quem nunca pensou em começar algo e no mesmo instante pensar que talvez outra pessoa seria mais bem sucedida? Que os outros teriam a capacidade, mas eu não? Este é um ponto muito importante que devemos trabalhar, pois dependemos da nossa própria valorização e respeito.

Não, você não é incapaz nem menor que os outros. Você é bom o suficiente para fazer o que deseja, e chegar ao lugar que sonha. Tudo depende de como você vai pensar e moldar seus pensamentos para que os próximos passos estejam de acordo com sua meta. Elimine essa crença e prospere!

2) Não há recursos suficientes

Uma outra crença limitante que permeia nossa mente é a de que não há abundância em nosso planeta. Mas a verdade é que tudo que existe no universo é abundante e suficiente para todos, basta fazer circular. Energia estagnada nos leva à sensação de falta de abundância, o que pode ser corrigido com a doação. Quando nosso recipiente está cheio de coisas que não precisamos, criamos uma estagnação de energia.

Assim, nada de novo chegará até nós. Faça circular a energia, doenão apenas bens materiais – e seja grato por tudo que você já teve. Você verá como o universo responderá de forma abundante, lhe entregando exatamente o que você precisa. Mas lembre-se, nem sempre o que desejamos para o agora é o que nós precisamos.

3) Todos estão contra mim

Essa é uma crença limitante muito perigosa. Somos uma grande rede de pessoas e energias que estão em contato e relacionamento constantemente. Ninguém entra em sua vida por acaso. Ninguém te faz algum mal por acaso. Tudo que acontece em sua vida tem um motivo, seja o ocorrido bom ou ruim. Pessoas boas nos apoiam e ajudam, mas pessoas que nos causam algum tipo de mal nos fazem aprender, nem que seja através de exemplo de como não devemos agir.

Todas as pessoas que cruzam seu caminho está ali por algum motivo, para te impulsionar em seu desenvolvimento, portanto, na próxima vez que pensar que os outros estão contra você – ou aquele famoso medo de não aprovarem o que você vai fazer – pare e pense: talvez o outro sequer esteja se importando. Hoje em dia vivemos olhando tanto para o próprio umbigo e com medo do que os outros vão pensar de nós, que esquecemos que o outro provavelmente está fazendo o mesmo: olhando para si, sem sequer te julgar.

Precisamos ter em mente que muitas vezes temos medos sem necessidade. Bloqueios nos paralisam e nos tiram a espontaneidade da criação, da realização. Mas será mesmo que devemos dar ouvidos a essas autocriticas? O que seria de você se nao pensasse sobre o julgamento dos outros? O que voce faria hoje se nao houvesse um alguém pra te julgar? E por que não começar então, já que muito do que você está pensando é apenas fruto de sua mente?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

2 comentários leave one →

  1. Fernanda Rocha

    Acredito que realmente exista ambientes que mexem negativamente com nossa energia, mas precisamos lutar com essa energia ruim que nos impede de fazer o que precisamos para realizar nossos sonhos. Essa energia nos dá uma “intuição” de arrumar desculpas para tudo, precisamos é ser mais fortes e vencer, um passo de cada vez, cada obstáculo. Não podemos confundir obstáculo de vida com preguiça de agir.

    Responder
  2. Letícia

    Gostei muito do texto, ando pensando bastante sobre essas crenças limitantes e percebo o quanto elas conduzem nossas ações!
    Obrigada pelo texto, gosto muito do seu blog!
    Um grande beijo,
    Letícia.

    Responder

Gostou do que escrevi? Deixe um comentário! :)