Go Veg!

Receita: mousse de mamão vegana e funcional

30/07/2016

Receita de mousse de mamão vegana e funcional | Blog Camile Carvalho

Essa mousse de mamão vegana e funcional já está virando um queridinho aqui em casa. Feito apenas com dois ingredientes, mamão e linhaça, é uma ótima pedida pra quem está fazendo reeducação alimentar ou apenas quer comer uma sobremesa gostosa. Ela fica com uma textura de mousse e deve ser servida preferencialmente bem gelada.

Ingredientes

  • 1/2 mamão formosa
  • 50 gramas de linhaça (2 colheres de sopa) ou farinha de linhaça
  • 100 ml de água

OPCIONAIS:

  • açúcar mascavo ou qualquer outro adoçante
  • folha de manjericão pra enfeitar

Receita de mousse de mamão vegana e funcional | Blog Camile Carvalho

neste dia usei a farinha de linhaça

Como fazer

Coloque a água para ferver numa panela com a linhaça dentro e vá mexendo em fogo baixo até virar um gel. Enquanto isso, bata o mamão no liquidificador até virar uma pasta.

Assim que formar o gel da linhaça, peneire (caso esteja usando a semente) para usar apenas o gel. Se estiver usando a farinha de linhaça, não há a necessidade de peneirar, já que não altera muito o sabor. Junte o gel no liquidificador e bata mais um pouco até formar uma pasta consistente e gelatinosa.

Caso queira adoçar, adicione açúcar mascavo ou qualquer outro que preferir e experimente pra testar o ponto certo.

Coloque em potinhos e leve à geladeira. Para servir, pode enfeitar com uma folha de manjericão por cima pra dar um toque especial. Além de ficar uma delícia, é uma sobremesa funcional – junta as propriedades do mamão com as da linhaça – e ainda é vegana. Para meio mamão formosa o rendimento é de 4 potinhos.

Receita de mousse de mamão vegana e funcional | Blog Camile Carvalho

DICA: O gel de linhaça pode substituir as receitas que usam gelatina incolor, o que é uma ótima ideia para vegetarianos e veganos, já que a gelatina é extraída do tutano do boi, ou seja, não é um ingrediente vegetariano. O gel de linhaça contém vitaminas e serve pra dar a liga em várias receitas – além de ser muito bom pra passar na pele e cabelos. Experimente!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

Aromaterapia: os benefícios do óleo essencial de Laranja

28/07/2016

Aromaterapia: Óleo essencial de laranja | Camile Carvalho

Um dos óleos essenciais que costumo usar muito quando preciso de criatividade e foco é o óleo essencial de laranja. Também gosto de usar em massagens nas pernas quando passo o dia andando na rua e chego em casa com os pés doendo e pernas cansadas. A vantagem é que além de estimular a circulação, também atua no sistema linfático ajudando a eliminar toxinas e retenção de líquidos.

Não sabe o que é aromaterapia nem óleo essencial? Leia esse post primeiro.

O óleo essencial de laranja é extraído da casca da laranja (Citrus aurantium) e tem diversas propriedades. Ele atua no sistema nervoso, gástrico e circulatório, atuando em casos de padrões corporais densos, rígidos e inflados.

Atualmente é muito usado em tratamentos de celulite, já que atua ativando a circulação e auxiliando na liberação de toxinas do organismo. Além disso, também pode atuar no emocional ativando a inspiração e a criatividade.

Propriedades

O óleo essencial de laranja tem propriedades diuréticas, estimulantes (sistema digestivo e linfático), anticoagulantes (auxilia na circulação sanguínea), antidepressiva e desintoxicante. Isso significa que oferece bons resultados para casos de apatia e desânimo, além de trazer bons resultados em pessoas que precisam liberar toxinas do organismo e tratar problemas circulatórios devido às propriedades diuréticas e desintoxicantes.

Aromaterapia: Óleo essencial de laranja | Camile Carvalho

Indicações terapêuticas

// CELULITES E RETENÇÕES DE LÍQUIDOS

Diluir de 5 a 8 gotas em 10ml de óleo carreador (2 colheres de chá) e massagear no local, como em regiões com celulite ou pernas para ativar a circulação, prevenir varizes e retenção de líquidos.

// ACNE E OLEOSIDADE

Usar 2 gotas de óleo de laranja ou associar ao óleo de melaleuca (1 gota de cada) e diluir no óleo de coco ou semente de uva (10 gotas). Massagear a face.

// DORES MUSCULARES

Combinado com o óleo de lavanda pode ser usado para massagens em locais com dores musculares e tensão. Usar a diluição de 3 gotas de cada óleo/10ml de óleo carreador.

// BANHO REVIGORANTE

Diluir 10 gotas em 200ml de água e jogar do topo da cabeça ao terminar o banho ou fazer a diluição de 5 gotas em 10ml de óleo carreador e passar pelo corpo. Pode ser aplicado também na água da banheira.

// DIFUSOR

Para estimular a criatividade e/ou reduzir o cansaço, usar 10 gotas de óleo essencial de laranja diluído em água no difusor e deixar no ambiente de trabalho ou estudos. Também pode ser usado ao chegar em casa cansado depois de um longo dia cansativo e estressante.

Evitar usar no momento em que for dormir, pois pode causar o efeito contrário dificultando o sono. É um óleo que tira a tensão do corpo, ajuda a liberar a energia presa mas ao mesmo tempo revigora.

Aromaterapia: Óleo essencial de laranja | Camile Carvalho

Padrões emocionais

Nosso padrão de comportamento atual nos induz à correria, à pressa e ao estado de estafa mental e físico ao final do dia. Quando deitamos para dormir com o corpo pesado e estafado, podemos não conseguir liberar essa tensão durante o sono, o que faz com que acordemos ainda mais cansados, sem ânimo para começarmos um novo dia de correria.

O óleo essencial de laranja é indicado para esses momentos em que estamos excessivamente cansados, pois ajuda a liberar as tensões acumuladas em nosso corpo e mente. Também é muito bom para momentos de criatividade, em que precisamos de energia e concentração para criar e manter o estado de atenção. Psicologicamente, a laranja traz alegria e levanta o ânimo e é conhecido como o “óleo sorridente“. 🙂

Um livro que indico para aprender mais sobre os óleos essenciais é o Guia Completo de Aromaterapia, de Joanna Hoare.

E você, costuma usar óleos essenciais? Tem alguma outra aplicação para o óleo essencial de laranja? Comente aqui e compartilhe sua experiência!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr
Beleza

O consumismo refletido no meu banheiro

25/07/2016

O consumismo refletido no meu banheiro | Camile Carvalho Vida Minimalista

Como alguns estão acompanhando, estou voltando aos poucos ao minimalismo e com isso comecei a fazer alguns projetos de declutter aqui em casa. Fui devagar, começando pelas roupas, planejando um armário inteligente e selecionando alguns sapatos que já mostrei aqui e a sensação de abrir espaço em minha vida está sendo maravilhosa.

Depois da pesquisa que fiz aqui no blog, tive a surpresa de que 92% (por enquanto) das pessoas que me acompanham por aqui têm interesse no assunto minimalismo e são leitores antigos, desde o Vida Minimalista. Isso me deu uma sacudida ~ do bem ~ que me fez questionar, por que saí dos trilhos em relação ao minimalismo, consumo consciente e organização pessoal?

Então, animada, senti-me com gás novamente para fazer uma grande mudança na minha vida, e vocês sabem como é ariano, quando é pra mudar, tem que ser ontem! Aproveitei minha segunda feira livre, em que alguns compromissos foram desmarcados pra começar uma super arrumação por aqui, e resolvi começar pelo banheiro.

Tirei tudo do armário – que estava uma bagunça – e analisei, item por item, o que fica e o que sai. Cremes, produtos vencidos, pentes demais (sim!), produtos de higiene pessoal, um a um, fui analisando o que eu realmente precisava, o que não me servia mais e o que eu poderia passar adiante. No total saíram 3 sacolas: uma de lixo (reciclável, com embalagens de papel e plástico), uma com produtos vencidos/estragados e uma com alguns produtos bons, mas que não me adaptei.

É impressionante como desperdiçamos dinheiro comprando coisas que não precisamos, e o pior, quando temos um semelhante em casa. Toda vez que eu escovava meus dentes pensava “preciso de uma escova nova”, e nessa organização de hoje, encontrei uma embalagem com duas escovas de dentes novinhas perdidas na gaveta. Isso certamente seria mais um gasto de dinheiro e recursos da natureza à toa, e pra quem pensa que são pequenos gastos que não fazem tanta diferença se engana: são esses pequenos gastos de sabonete, escova de dentes etc. que fazem uma diferença no fim do mês – e do ano.

Reservei alguns produtos que estão acabando para dar uma prioridade em seu uso – já havia feito isso no Project Pan, mas muitos já acabaram e outros entraram pra lista – então não sei se faço um novo post com a lista nova ou se simplesmente vou usando.

Mas, o que mais me chamou a atenção, foi quando abri um novo documento no Google Docs e comecei a anotar TODOS os produtos que tenho no banheiro e no meu quarto. Quarenta e cinco. Sim, 45 produtos para uma pessoa só! Fiquei muito assustada com essa quantidade IMENSA de produtos que comprei, que direcionei meu dinheiro para adquirí-los, e que em sua maioria são repetidos. Mas o pior mesmo é o lixo que isso vai gerar um dia, pois à medida em que eles fossem acabando, eu compraria novos sem a consciência de que já tenho muitos outros produtos que poderiam facilmente substituí-los.

Não, não tem como usá-los todos, como aproveitar o melhor de cada um. Não tem como dizer que preciso disso tudo, simplesmente não tem! Sou uma pessoa só, e confesso que ao anotar cada um deles numa lista numerada, me assustei como alguns deles eram facilmente dispensáveis. E esses são aqueles em que comprei em momentos de passeio, de circular por uma loja de beleza ou dar só uma olhadinha em uma farmácia-que-tem-tudo enquanto fazia hora esperando algum compromisso.

Eu simplesmente não preciso disso tudo. Eu não preciso. Mas ao mesmo tempo em que tomei essa consciência e me senti mal, também fiquei muito feliz em ter caído na realidade quanto a isso, pois só assim posso fazer algo para mudar. Já tive esses insights antes, na época do Vida Minimalista e algo me fez sair dos trilhos. Mas como sempre digo por aqui: nunca é tarde, e cada um tem seu caminho e seu momento. Esse está sendo o meu!

Agora, gostaria muito de inspirar a todos vocês que leem este post a fazer o mesmo: anotar cada produto de beleza que tem no banheiro, penteadeira e quarto. Quantos cremes você tem? Quantos produtos que te prometeram milagres mas que depois de um tempo de uso você não percebeu nada demais? Sugiro que anote cada um deles em uma lista e faça uma reflexão como esta que fiz. Será mesmo que precisamos de tudo isso? Somos apenas um, não precisamos consumir como dez.

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr
Páginas12345... 114»