Artigos sobre » Veg por aí

Minha experiência com feiras veganas

24/10/2016

Camile Carvalho na feira vegana Veg Borá - Leve por aí

Quem me conhece sabe o quão caseira eu sou. Passeio bom pra mim é aquele que inclui uma livraria, um barzinho ou café pra sentar, bater papo com amigos ou passear ao ar livre num dia tranquilo. Agitos e baladas são quase um item riscado do meu caderninho, mas não sei por qual motivo – talvez falta de vontade mesmo – demorei pra começar a frequentar feiras veganas.

A primeira que fui, foi a Veg Borá, que aconteceu em Vila Isabel, aqui na zona norte do Rio de Janeiro. Era sua segunda edição e contou com alguns estandes de bolos, tortas, cachorro-quente e a famosa coxinha de jaca. Em poucos minutos após minha chegada eu já sabia que viraria frequentadora.

Uma das sensações mais gostosas é estar em um ambiente cercado de pessoas que compartilham energias semelhantes, que estão ali, não por acaso, mas pelo simples fato de ter algo em comum. Nenhum encontro é obra da sorte, acredito que tudo tem um porquê e que ao longo de nossa jornada vão acontecendo arranjos e rearranjos, como uma grande teia na qual seus pontos de contato são os grandes encontros da vida.

Feiras veganas | comuna botafogo - camile carvalho - leve por aí

Participar de feiras veganas me fez perceber como muitas pessoas – antes desconhecidas – vibram na mesma frequência. Conhecer projetos ambientais, de proteção aos animais e por uma alimentação com menos crueldade só mostra que há muita gente do bem espalhada pelo mundo. A energia das feiras veganas que tenho frequentado é maravilhosa. Olhar ao redor e ver 10, 20 ou 50 estandes de famílias em prol de um bem maior é realmente gratificante. É perceber que o que antes eu vivia, no meu cantinho, muitos também compartilham.

Tenho ido a várias feiras veganas aqui no Rio de Janeiro e pretendo, em breve, participar de algumas outras por aí (quem sabe Sampa?). Já fiz boas amizades, daquelas que quando chego já vou cumprimentar. Já sinto falta de alguns colegas que por algum motivo não montaram o estande em alguma feira. Dou feedback no evento seguinte quando experimento o shampoo em barra, a linguiça vegana, os óleos essenciais… E assim, vou conhecendo novas pessoas, ampliando meu círculo de amizades e trocando ideias sobre bem-estar e sustentabilidade.

Feiras veganas | santuário seitoku - camile carvalho - leve por aí

Sei que nem todos os leitores são veganos ou vegetarianos, mas isso não importa pra mim. Minha felicidade é que, se vocês estão aqui, neste espaço, lendo cada post que escrevo é porque têm algo em comum, se identificam com o que escrevo, compartilham da mesma energia. Assim me sinto nesses eventos: grata por ter encontrado um espaço onde sinto que a energia é tão legal, que quando dá a hora de ir embora, a vontade é que o próximo chegue logo.

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

Feira Vegana Veg Borá – 3ª edição

19/09/2016

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Aconteceu, no último domingo (18), a terceira edição do Veg Borá no Rio de Janeiro, evento gastronômico vegano idealizado por Ysis Neves. Com entrada gratuita e quitutes com o valor máximo de R$ 20, a feira contou com a presença de marcas de cosméticos sustentáveis, livros sobre vegetarianismo e claro, muita comida boa.

A diferença entre a segunda edição e a terceira foi enorme: enquanto a anterior foi realizada em um espaço pequeno, contando com alguns estandes distribuídos em dois andares, esta ocorreu em um espaço amplo do ginásio esportivo da Associação Atlética de Vila Isabel, o que permitiu uma quantidade maior de expositores e visitantes.

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Outro ponto positivo desta edição foi a reserva de um ambiente com mesas e cadeiras para que pudéssemos nos sentar e comer com calma. Na anterior, talvez a organização não tivesse previsto o grande sucesso do evento e não havia muitas cadeiras nem bancos, o que fez com que alguns visitantes comprassem a comida e logo fossem embora por não terem onde descansar.

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Estande do Not Dog: nenhum animal precisa sofrer!

Entre os visitantes havia um público bem diversificado: veganos, vegetarianos, pessoas em busca de uma alimentação mais saudável e alguns curiosos que, mesmo não adotando a dieta vegetariana, aproveitaram o evento para conhecer e experimentar os lanches oferecidos. É o caso do engenheiro André Dias que, mesmo não sendo vegano, se identificou com a causa: “Considerei o evento bastante interessante, com alternativas, principalmente no aspecto alimentar, para uma  vida mais saudável demonstrando que podemos viver bem sem o sacrifício de outras vidas”. Sobre a organização, fez uma ressalva: “faltou maior número de barracas de bebidas e o ambiente era muito quente. Por ser um evento predominantemente alimentar, é necessário que haja uma maior ventilação”.

Apesar das ressalvas, provavelmente na próxima edição esses detalhes serão levados em consideração. Como dito anteriormente, a diferença do evento anterior para este foi muito grande, com muitas melhorias, e tenho certeza de que na próxima teremos muitas surpresas positivas.

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

O evento também teve atrações diferentes, como o Desafio Ograno, no qual o participante tinha 3 minutos para comer um hambúrguer ogro vegano com o prêmio de R$ 100. Também teve o sorteio de uma tattoo no valor de R$ 300 feita por Luiz Calixto, tatuador vegano que utiliza apenas tintas sem ingredientes de origem animal.

Outra novidade é que o Veg Borá promoveu, em parceria com o Raiz Sustentabilidade, a coleta seletiva e destinação dos resíduos gerados no evento para a reciclagem. Tal ação gerou trabalho e renda para a cooperativa de catadores e promoveu a conscientização em relação à responsabilidade social e educação ambiental de seus visitantes.

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Estande do acarajé vegano: um sucesso!

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Estande da Veg Fit: industrializados veganos.

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Chopp artesanal, uma boa pedida para refrescar.

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Produtos da marca ALIV: óleos essenciais e produtos para a pele.

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Opções de sucos vivos e cafés especiais

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Equipe do Âme Ecostore: produtos veganos e cruelty-free de qualidade.

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Eu e Cláudia Pequeno, amiga e aluna de yoga

Feira Vegana Veg Borá 3ª edição » por Camile Carvalho #leveporaí

Amigos que encontrei pela feira vegana

A próxima edição do Veg Borá ainda não tem data divulgada mas certamente estarei lá cobrindo o evento e mostrando com mais detalhes as novidades veganas, cruelty-free e do bem para vocês. Mais uma vez parabéns aos organizadores, por levarem a consciência de que sim, podemos viver de forma a promover o bem-estar a todos os seres vivos.

Até a próxima!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

10 bares e restaurantes no Rio de Janeiro (com opção veg!)

04/12/2015

Está no ar a segunda parte das dicas legais do Rio de Janeiro a pedido da equipe da Expedia Brasil. Pra quem ainda não leu a primeira clique aqui para saber os 10 roteiros gratuitos que mais gosto de fazer na cidade. E hoje vou dar dicas de 1o restaurantes e lanchonetes que costumo frequentar. Se você é vegetariano como eu, tem algumas dicas de restaurantes mais naturebas e outros nem tanto, mas que oferecem opções para quem não come carne. Vamos lá?

1 – Camafeu Bistrô

Localizado perto da Praça Saens Peña, na Tijuca, o Camafeu Bistrô é um lugar um pouco escondidinho, mas super aconchegante. Além de oferecer almoço (com opção vegetariana), tem uns cafés deliciosos, waffle e o que mais gosto: Ciabatta com uma massa super leve. Tem também cervejas artesanais e vários tipos de Capuccino, como os de Ovomaltine e Nutella. Dá água na boca, né?

Site: Fanpage

2 – Hare Burger

Famoso nas praias do Rio de Janeiro, o Hare Burguer começou com uma ideia de vender sanduíches naturais, mas com o espírito empreendedor, seu idealizador acabou abrindo lanchonetes na Zona Sul do Rio e agora na Tijuca. Todos os hambúrgueres são vegetarianos ou veganos e o combo inclui o hambúrguer, suco ou chá (não tem refrigerante) e no lugar da batata frita, um pacotinho de aipim crocante.

Os nomes dos sanduíches são os melhores! Na foto estou comendo um Shiva Shiitake, mas tem várias opções, como o Yin-Yang, Mistério do Cardápio e pra acompanhar, os Hare Sucos Elixir da Imortalidade, Abacalã com Ortexí e Hare Paz. Acho que o mais divertido de tudo é olhar o cardápio e a decoração, cuja porta abriga um dinossauro enorme inflável.

Site: hareburguer.com 

3 – The Fifties

Saindo um pouco da onda de comidas naturais, um dos lugares que passei a frequentar recentemente é o The Fifties. Tem em vários lugares, inclusive no Shopping Rio Sul. É uma opção também pra quem é vegetariano e quer comer um delicioso sanduíche com batata-frita e muito queijo cheddar derretido. A dica é pedir o Veggie Burger, que acompanha alface, cenoura ralada, vinagrete e champignon. Tem também uma torre de cebolas fritas deliciosas pra quem é vegano, mas pra quem come queijo, a dica é a batata frita com cheddar derretido pra acompanhar.

Site: thefifties.com.br

4 – Katz

Pra quem está afim de tomar um café com os amigos acompanhado de um bolo delicioso, o Katz é uma boa opção. Tem em vários shopping do Rio de Janeiro e oferece uma variedade de chocolates, trufas, bolos e tem a parte da biscoitaria, que deixa com qualquer um com água na boca. É uma casa tradicional de Petrópolis-RJ com mais de 60 anos e que agora oferece suas delícias na cidade. Eu costumo frequentar o do Barra Shopping, mas tem em vários outros pontos. Vale à pena e recomendo!

Site: katzchocolates.com.br

5 – Prabhupada Vani

Tenho que confessar que o restaurante indiano Prabhupada Vani é um dos meus queridinhos. Localizado na Tijuca, entre a Praça Varnhagen e a UERJ, cada dia tem um cardápio diferente, com opção de vegetariano ou vegano. O almoço tem preço único e acompanha uma salada, o prato principal, o suco natural de fruta do dia e um caipihare, que é uma delícia de suco com gengibre pra abrir o apetite e estimular a digestão. Tem a opção normal ou reduzida e sempre escolho a menor, que é a quantidade da foto.

Pra quem gosta da cultura indiana, neste espaço funciona também um templo que tem uma programação bem legal com cantos, músicas e cerimônias, além de abrigar uma lojinha com artigos indianos e livros sobre a tradição.

Site: Fanpage

6 – Tempero da Praça

O Tempero da Praça é um bar muito aconchegante que está localizado na Praça da Bandeira, Zona Norte do Rio. Com uma programação cultural bem interessante, tem música ao vivo como samba, chorinho, MPB entre outros. É um ótimo lugar para reunir os amigos, tomar um chopp ou cerveja artesanal. Para os não-vegetarianos, tem um bolinho de feijoada que é muito famoso, mas para quem não come carnes, tem várias opções de quitutes.

Site: Fanpage

7 – Seletti

Seletti é um fast-food, mas não poderia deixar de dar essa dica. Presente em vários shoppings, tem com comida natural e balanceada, uma ótima opção pra quem quer se alimentar de forma saudável no shopping. Tem opções vegetarianas e veganas, como esse wrap de shitake delicioso, mas também tem opções com frangos e peixes grelhados. Tem algumas promoções de combos com suco do dia, que também são naturais da fruta e um dos que mais gosto é o famoso abacaxi com hortelã, delicioso!

Site: seletti.com.br

8 – Outback

Eu sei, muitos já conhecem o Outback, mas por ser um steakhouse alguns vegetarianos podem não frequentar por acharem que não tem opções sem carne. Apesar dos pratos-chefe serem costelas e frangos, os vegetarianos podem optar pela famosa cebola frita, batata assada e Potato’n Salad, que é a Batata assada (Jacket Potato) acompanhada da Caeser Salad. A dica pra quem não come carne é pedir pra trocar o molho da Caeser Salad porque é feita com aliche (sardinha anchovada) por outro molho, como o Blue Cheese ou honey mustard.

9 – Vikings

Localizado na Praça Varnhagen, na Tijuca, o Vikings fica em um centro gastronômico com diversos restaurantes pra se conhecer. Com decoração caracterizada, é um ótimo ambiente pra quem gosta da cultura nórdica Viking. Tem até opção de hidromel no cardápio das bebidas, pra entrar no clima mesmo, e na parte de Sanduíches Light, temos opções vegetarianas para quem não come carne. Além dos hambúrgueres, tem também anéis de cebola, batata frita, caesar salad, batata assada etc. Vale à pena conhecer o ambiente e colocar o chapéu Viking na cabeça enquanto se diverte com os amigos.

Site: vikingsbr.com

10 – Zacks

Presente em vários shoppings no formato restaurante ou express, conheci o Zacks no Norte Shopping quando procurava por algum restaurante legal pra almoçar. Com a decoração baseada nos anos 60, o Zacks oferece um cardápio com muitas variedades de pratos feitos para almoço além de lanches para quem quer apenas comer uns petiscos. Tem opção de Onion Rings com molho barbecue, Nachos com Cheddar, massas e muitas outras variedades. É um bom lugar para se comer no shopping (Express) ou nos restaurantes na Zona Sul e Centro.

Site: zacks.com.br

Não deixe de conferir mais dicas de botecos no Rio de Janeiro da Expedia Brasil

Espero que tenham gostado das dicas! E vocês, onde costumam frequentar? Tem alguma dessas opções em suas cidades? Comentem aqui e compartilhem dicas também!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr