Simplesmente desacelere

03/09/2014

Simplesmente desacelere | Camile Carvalho

É certo que sempre temos aquele momento da vida em que tudo parece confuso, no qual temos que tomar algumas decisões importantes e que um passo errado pode colocar tudo a perder.

Quando estou vivenciando esse tipo de momento, costumo pisar no freio e simplesmente desacelerar. Apesar de ter um comportamento um tanto impulsivo, estou aprendendo bastante como refletir, pensar duas, três, dez vezes antes de tomar uma decisão, e foi o que fiz na última semana.

Com alguns problemas na minha faculdade e com a possibilidade de transferir para outra, pensei e repensei nos prós e contras da mudança e pra isso resolvi passar um fim de semana desconectada, apenas aproveitando a natureza. E quando falo desconectada, é realmente com o celular “sem serviço“, o que é raro no meu cotidiano.

Não era apenas uma simples decisão de mudar de universidade, mas sim tudo que estava atrelado ao meu antigo curso, meus planos, horários e compromissos. Me dei conta de que estava vivendo um momento um tanto obscuro, no qual não sabia mais para qual direção estava caminhando e precisava de um pouco de tranquilidade para repensar meus planos e voltar para meu caminho.

Após tomar a decisão de mudar e voltar ao “mundo real“, tudo pareceu fluir naturalmente. O que antes pareciam pequenos obstáculos, foram resolvendo aos poucos. O que antes parecia obscuro, se iluminou, e assim pude enxergar mais adiante, abandonando velhos planos que já não estavam mais em sintonia, abrindo espaço para novas ideias.

Quando se sentirem desmotivados, cansados e sem perspectiva, apenas desacelerem. Peguem a estrada, caminhem pela rua ou sentem na areia da praia e observem o mar. Esvaziar a mente pode parecer algo sem importância, mas apenas conseguimos refletir sobre nossas vidas quando silenciamos todos os ruídos, tanto externos, quanto os que nossa própria mente produz.

E vocês, o que costumam fazer quando a mente parece transbordar de pensamentos confusos?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

15 comentários leave one →

  1. Jéssica

    Quando minha mente parece transbordar de pensamentos confusos venho aqui no Vida Minimalista e leio alguns posts para buscar inspiração… Obrigada, Camila!

    Responder
  2. Eu costumo meditar, brincar com as gatinhas e até mesmo dormir. Depois vem aquela de sensação de que não era tão sério assim o que estava me incomodando, e fica muito mais fácil de tomar uma decisão ou simplesmente agir. E quando posso vou em direção à natureza, lá não preciso pensar ou dizer nada, viver basta.

    Responder
  3. Marcio CS

    É, Camille, descobri ha pouco tempo que também funciono assim. Como a Patricia disse, quando a gente para e distrai a mente com outras coisas prazerosas, às vezes até coisas simples, passa um tempo e vem a sensação de que o desespero de antes não era pra tanto. Que o tal do problemão nem sempre é daquele tamanhão. Deixar a mente acalmar, tudo se ajustar, e viver o presente, é o que eu tento fazer nessas horas.

    Responder
  4. Jess

    Excelente reflexão.

    Eu costumo me focar nas coisas belas. Quando tudo está confuso, monto uma bela mesa, como algo gostoso, compro flores… Me cerco de beleza e me sinto mais inspirada pra resolver outros problemas.

    Responder
  5. Nowherequeen

    Me fez refletir e me ajudou num problema pontual , não sei como agradecer!!
    Espero que as suas escolhas te tragam boas surpresas pelo caminho !
    Ah, quando estou nesse tipo de situação eu paro tudo, deixo tudo em stand by e vou ler, leio leio leio até me dar um estalo e minha mente se resolver x3.

    Responder
  6. Camille, adorei esse seu texto. Eu sempre fui uma pessoa extremamente impulsiva e depois que conheci o minimalismo, comecei a praticar pilates e agora comecei tambem na ioga, estou me percebendo MUITO mais calma do que antigamente e me percebendo mais centrada.

    Vi que você é vegetariana e agora que tambem me tornei uma, estou percebendo que até meu raciocinio esta melhor!

    Ótima dica essa sua

    Beijos!

    Responder
    • Depois que me tornei vegetariana muita coisa mudou pra melhor na minha vida. Ficamos mais dispostas, raciocínio mais rápido, me sinto mais leve… é uma ótima mudança, parabéns pela escolha! E a prática de ioga combinada com a alimentação também ajuda bastante!

      Responder
  7. Eu venho aqui me inspirar ♥

    Responder
  8. Patty

    Nossa, eu tenho uma dificuldade tão grande de me desconectar que me assusta. Por problemas dá vida eu tive que passar 2 meses praticamente total off e isso me transformou tanto que preciso me lembrar de brecar e repetir isso mesmo que em doses mais leves.
    Espero que fique tudo bem em relação a sua faculdade.
    Beijos

    Responder
    • Ficar offline é muito bom, reorganiza nossos pensamentos e nos faz ver que internet não é tudo. Quanto à faculdade, consegui resolver sim, e foi melhor do que eu esperava. Obrigada!
      Beijos

      Responder
  9. Acho que desacelerar é a melhor coisa a se fazer. Também estava passando por um turbilhão de ideias, problemas e decisões a tomar, por isso acabei ficando duas semanas longe do blog (sem nenhuma postagem), assim consegui organizar os meus pensamentos e ver pra onde eu tenho que ir, quais as decisões que precisava tomar e escolhi a melhor forma pra tudo ser resolvido.
    Concordo com cada palavrinha do seu texto, obrigada por me lembrar que sempre é melhor desacelerar e principalmente ir para algum lugar onde a natureza predomine.

    Beijos, que a sua semana seja de positividade.
    http://www.keithpappen.blogspot.com

    Responder

Gostou do que escrevi? Deixe um comentário! :)