Saúde

Como manter a saúde durante uma viagem?

13/01/2017

Como manter a saúde durante uma viagem - Camile Carvalho

Toda viagem nos traz uma experiência incrível: lugares, pessoas, sotaques, comidas diferentes… a vontade de experimentar novidades e aproveitar cada segundo faz com que nossa rotina fique bem diferente do que estávamos acostumados. Algumas pessoas passam a comer mais, outras dormem menos, e esse agito todo pode prejudicar nossa saúde.

Hoje vou compartilhar com vocês 5 dicas que tenho o costume de fazer para manter a saúde (física e mental) em uma viagem, seja ela longa ou curta.

1 | Água, água e água

Compro uma garrafa de 1,5L de água e mantenho comigo. Se tenho onde enchê-la (algum filtro por perto), vou utilizando a mesma garrafa. A meta é beber uma garrafa dessa por dia pra manter a hidratação e a boa digestão. Agora quem me acompanha também é meu copo do #menos1lixo, que vai comigo pra onde eu for.

Hidratação é fundamental para nossa saúde, não deixe de beber água pura. Sucos também são bem-vindos pra acompanhar as refeições. Fuja dos refrigerantes e bebidas alcoólicas, mas se quiser tomar aquela cervejinha ou coca-cola, beba com moderação (e aumente o consumo de água). Mantenha sempre o caminho do meio!

2 | Exercícios físicos e meditação

Eu carrego meu tapete de yoga pra onde eu for. Agora que tenho um porta mat (obrigada, Atha Brasil!), fica muito mais prático carregá-lo em viagens e passeios comigo. Mesmo que você não pratique yoga, recomendo que tenha o seu tapetinho pra fazer exercícios de alongamento e meditação.

Eu sei que em viagens tudo fica mais corrido, mas reserve pelo menos meia hora por dia pra fazer uma caminhada na praia, numa praça ou desenrolar o tapetinho e se alongar. Sua saúde agradece!

3 | Óleos essenciais

Eu não faço uso de medicamentos alopáticos, deixo pra usá-los apenas em caso de extrema necessidade. Se tenho dor de cabeça, bebo água e me deito. Se estou pegando uma gripe, faço inalação com óleo essencial de Hortelã-Pimenta com Alecrim. Se estou com insônia, pingo 3 gotas de Lavanda no travesseiro e se minhas pernas estão cansadas de tanto andar, massageio com 3 gotas de óleo de Tangerina ou Laranja diluído em uma colher de sopa de óleo de côco.

Assim, carrego minha farmacinha comigo pra onde eu for. São práticos para carregar, não oferecem risco à saúde e são naturais, além de exercerem várias funções. Leia mais sobre óleos essenciais.

4 | Alimentação Saudável

Eu sei, eu sei, você chega num lugar completamente diferente, com uma culinária típica da região e quer experimentar de tudo! Eu também sou assim, adoro uma novidade. Porém, mudar radicalmente a alimentação pode não fazer bem pro nosso organismo, que vai precisar de um tempo pra se acostumar.

Não deixe de provar iguarias da região, mas mantenha o equilíbrio. Eu costumo comer frutas nos intervalos das refeições e experimentar saladas diferentes. Aproveitando que minha alimentação é vegetariana, é uma boa oportunidade de pedir umas saladas pra acompanhar o prato principal. Não deixe de comer as novidades, mas equilibre com refeições mais leves e saudáveis durante o dia.

5 | Escrever

Comprei um caderninho pra inspirações e carrego sempre comigo. Ali escrevo meus pensamentos e reflexões, e é uma boa dica pra mantermos a saúde mental. Reservar um momento do dia pra ficar a sós com nossos pensamentos, aproveitar para meditar e colocar as ideias no papel é bom pra mente e pra criatividade.

Algumas ideas surgem quando estamos longe da nossa zona de conforto e não devemos desperdiçá-las. Escreva, registre, desabafe em seu caderninho e você perceberá como isso ajuda muito a materializar ideias e planos que surgem durante a viagem.

•••

Estas são algumas dicas que coloquei em prática nesta viagem e que têm me feito muito bem. E você, tem alguma dica que não falei aqui? Como você mantém a saúde durante uma viagem?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

comentários via facebook

2 comentários leave one →

  1. Muito bom, Camile. Minha regra basicamente é tentar ao máximo manter uma rotina (como nos meus dias em casa). Fazer minhas refeições direitinho (e, como você disse, não exagerar no que é diferente), caminhar muuuito pra mexer o corpo e dormir bem. 🙂

    Responder
  2. Dicas preciosas! Quando viajo eu acabo pecando na alimentação às vezes. Digo brincando que sou queijetariana de tanto que amo queijo, mas se comer demais (queijos amarelos, principalmente) olá espinhas! Água é essencial, então sempre levo uma garrafinha, cantil ou camelbag. Já usou a camelbag? Acho super prática para caminhadas e trilhas.
    Eu costumava escrever muito quando viajava, não podia faltar caderno. Mas de algumas viagens pra cá eu fiquei na vibe fotográfica, o que gera textos e reflexões pós-viagem. Mas geralmente trago um caderninho ou ipad para anotações súbitas.
    Fiquei um bom tempo sem tomar cerveja, mas agora já tomo novamente. Adoro cervejas de trigo, mas sem abusar. Engraçado que quando a viagem é mais urbana, ok tomar uma cervejinha, mas quando a viagem é mais natureza: montanha/cachoeira/praia/mata eu não consigo e também não quero beber, é algo que o meu organismo me diz e eu respeito.

    Responder

Gostou do que escrevi? Deixe um comentário! :)