Beleza

Project 10 Pan: usando produtos até o fim

09/05/2016

Project 10 Pan: usando produtos até o fim | Camile Carvalho #camilecarvalho

Project 10 Pan é um projeto ideal para você que tem muitos produtos de beleza e quer fazer um declutter, mas sem desperdiçar os produtos que comprou com tanto carinho. A primeira vez que ouvi falar sobre Project Pan foi no blog Happy Tate, da Tatiana Lopes, e vou explicar aqui no blog como aderir ao projeto e como vou fazer aqui em casa.

É muito importante termos a noção da quantidade de produtos que temos em casa e principalmente da qualidade. Comprar de forma consciente é essencial para quem quer aderir a um estilo de vida mais minimalista e simples, além de que nosso consumismo exacerbado é insustentável em se tratando do nosso planeta. É muito mais válido termos um bom produto que compramos de forma consciente do que termos em casa vários que são mais ou menos, e que não são tão amigáveis ao nosso planeta.

Como funciona o project 10 pan?

O Project 10 Pan consiste em escolher 10 produtos que estejam quase acabandona verdade pode escolher a quantidade que quiser, mas a maioria seleciona 10 – para usá-los até o fim, e só então comprarmos um outro novo semelhante. Por exemplo, se você tem um condicionador de cabelos pela metade mas quer comprar um novo só porque viu num comercial, repense sua vontade de consumo e aproveite até o final aquele que já estava em uso.

Podemos fazer isso com qualquer cosmético e produtos de higiene pessoal. Às vezes ganho cremes hidratantes, maquiagens ou compro alguma novidade sem me dar conta de que tenho produtos semelhantes em casa. Então acabo abandonando aquele que já estava em uso e passo a usar apenas o novo. Se uma pessoa é consumista, acaba entrando nesse ciclo de compras e abandonos, e quando se dá conta, tem nas gavetas uma série de produtos usados pela metade e abandonados, muitas vezes quase terminando a validade.

Project 10 Pan: usando produtos até o fim | Camile Carvalho #camilecarvalho

Paguei caro, vou economizar…

Você também já teve aquele apego com algum produto que pagou caro? E fica economizando o uso para não gastar, mas quando se dá conta, o produto saiu da validade e seu destino é o lixo? Pois esse projeto é bem legal para quem também tem pena de gastar seus produtos caros, porque 1) se o produto que pagou caro for bom, devemos usá-lo e 2) se pagamos um alto valor em algo e ele passa da validade, perdemos dinheiro.

Separando 10 itens…

Venha comigo: abra suas gavetas e separe aquele batom caro que você não usa faz tempo, o creme hidratante que ficou no fundo do armário, os produtos de cuidado com a pele que você está com preguiça de usar e tudo o que você acha que vale à pena usar até o final, seja porque pagou caro ou porque o produto simplesmente é bom e você gosta. Não precisa separar o que você não gosta, pois esse projeto é feito para nos fazer bem, e não para nos obrigar a usar aquele hidratante cujo cheiro te dá enjoo. Neste caso, o bom seria passar adiante, afinal, nossos gostos são muito diferentes e o que você não gosta muito pode ser o preferido de alguém da sua familia ou de alguma amiga.

Se você não conseguir separar 10, pode ser menos, não tem problema. O importante é conhecermos melhor os produtos selecionados, colocá-los em uso, aproveitarmos com completude o dinheiro que investimos e frear um pouco o consumismo. Há casos em que pessoas acabam comprando o mesmo produto por não saber que já tem um em casa. Já aconteceu isso com vocês? Comigo já, com um esmalte…

Acabei de abrir minhas gavetas, fui na prateleira do banheiro e selecionei 10 cosméticos para usar até o fim que eu ou estava economizando, ou não lembrava mais que tinha. Quando acabarem, aí sim comprarei outro semelhante (mesma categoria) ou avaliarei se vale mesmo à pena ou se é algo supérfluo e comprado por impulso.

Project 10 Pan: usando produtos até o fim | Camile Carvalho #camilecarvalho

Cruelty-Free e compra consciente

De uns anos pra cá tenho comprado apenas produtos de empresas cruelty-free, ou seja, que não realizam testes em animais. Porém, não descartei meus produtos antigos que ainda estavam em uso. Caso apareça na lista algum produto que não siga essas especificidades, é porque foram comprados há muitos anos e ainda não os usei até o final.

Acho que esse projeto é também um bom ponto de partida para quem quer trocar seus cosméticos de empresas que realizam testes em animais em produtos cruelty-free, orgânicos ou de acordo com sua nova visão e princípios. Assim não jogamos tudo fora tendo que gastar muito dinheiro comprando novos que se encaixem no novo ponto de vista e aos poucos vamos fazendo substituições mais conscientes. Que tal?

Project 10 Pan: usando produtos até o fim | Camile Carvalho #camilecarvalho

Meus produtos

1// Cera nutritiva unhas e cutículas – Granado

2// Pó líquido natural touch – Contém 1G

3// Esfoliante corporal Sugar Love – The Beauty Box

4// Blush – MAC

5// Blush – Quem Disse Berenice?

6// Creme hidratante para mãos – The Beauty Box

7// Pó compacto – Vult

8// Corretivo facial – MAC

9// bb Creme – Quem Disse Berenice?

10// Gel de banho Snow Fairy – Lush 🌱

Confesso que alguns desses produtos não são meus queridinhos e não os compraria novamente. Mas vou fazer essa experiência de usá-los até o fim para não haver desperdício e de lembrar numa próxima compra que talvez aquele produto chamativo na prateleira não seja tão essencial assim na minha vida. Conforme for terminando, vou fazer resenhas deles aqui no blog e contar se compraria novamente ou não.

Project 10 Pan: usando produtos até o fim | Camile Carvalho #camilecarvalho

Se você já conhece o Project 10 Pan ou é a primeira vez que lê sobre o assunto e deseja participar também, conte aqui nos comentários! Vamos usar nossos produtos até o fim e termos uma atitude mais consciente na hora das nossas compras?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

comentários via facebook

14 comentários leave one →

  1. Ceice da Matta

    Oi Camile ,te acompanho no face e gosto muito de tudo que você escreve sobre o minimalismo,estou transformando o meio jeito de viver com o minimalismo ,eu já estou colocando em pratica esse projeto de usar os meus produtos até o fim . Continue postando assuntos interessantes com este ,bjs !

    Responder
    • Oi Ceice! Que legal que você gosta do que compartilho no facebook e por aqui. Fico feliz que está colocando em prática as dicas que dou. E pode deixar que continuarei sempre escrevendo por aqui.

      Beijos! 🙂

      Responder
  2. Aline Souza

    Quando comecei a seguir a técnica low-poo, acabei empurrando alguns produtos de cabelo pra minha mãe, só para comprar outros, e agora eles estão lá parados na casa dela. 🙁 Para evitar que isso se repetisse, agora eu uso até o final (com exceção dos que realmente são ruins). Só compro quando termina mesmo, pra não correr o risco de deixar aquele finalzinho parado. A prática de compra consciente é transformadora mesmo. Agora que tento utilizar produtos com composições mais naturais, percebo que nunca consigo comprar por impulso, sempre preciso parar para ler o rótulo, pesquisar se existe algum outro produto com uma composição mais bacana… Criei o hábito de registrar todas as minhas compras de cosméticos no Evernote, e percebi que as minhas últimas foram de ótimos produtos. Costumo anotar a duração, se gostei ou não e procuro especificar bem o porquê. Já evitei compras ruins por ter olhado esse registro, e ver que não gostei de um produto que fosse parecido. E como boa minimalista, tenho pavor de qualquer coisa parada em casa, sem uso.

    Responder
    • Que legal sua experiência! Eu pretendo escrever sobre cada produto quando acabar também, mas vai ser aqui no blog. Assim, tanto eu posso voltar nos arquivos quanto outros leitores podem ler minha opinião sobre cada um deles. Estou buscando usar produtos para Low Poo também, além de cruelty-free, então nem todos os produtos servem pra mim. Assim vou descobrindo os poucos e bons produtos.

      Se tiver alguns pra indicar, deixa aqui a sugestão! 🙂

      Beijos!

      Responder
      • Viviane Campos

        Camile, eu descobri com esse post que eu venho fazendo isso há quase um ano! rs… mas não conhecia o projeto. Que legal! Eu dei uma surtada: acumulei muitos produtos, principalmente de maquiagem, e chegou um momento que eu tinha muito mais coisas do que conseguia usar. Quando eu comecei a prestar atenção em data de validade (pasme, algo tão obvio, mas eu ignorava..) eu passei a doar parte das coisas que eu tinha pra pessoas da família, e o que restou eu passei a usar até o fim! Depois passei pros outros itens de higiene e cuidado, e hoje tudo – até minha despensa e geladeira – funcionam nesse esquema. É um alívio… Para não pirar com as datas de validade eu apostei tb em uma ferramenta pra me ajudar – o Wunderlist – Os produtos que eu compro e que vão demorar pra acabar – como os cosméticos – eu cadastro a data de validade. Assim, quando por exemplo uma base ou um batom está perto do vencimento o Wunderlist me notifica e eu já coloco ele para uso prioritário. Desperdício nunca mais 😉

        Responder
  3. Claudia

    Camile, eu amei o que você escreveu e essa proposta. Agora o que eu mais fiquei boquiaberta é como esse negócio de energia atrai! Eu não sei se você acredita nisso mas eu sim.
    Ontem estabeleci uma das minhas metas que é deixar de ser consumista. Já tentei algumas vezes mas reconheço que nunca me dediquei muito à isso. Quando a gente sabe que pode comprar pela questão financeira, acaba deixando um pouco de lado e arrumando desculpas como: eu mereço! Sim eu mereço, mas eu mereço muito mais do que esse consumismo desenfreado. É um bombardeio de propagandas persuasivas que você muitas vezes acaba comprando por uma vaga lembrança no subconsciente destas… e aí vem aquele arrependimento…
    Já pratico Yoga à 2 anos e confesso que desde que entre nesse mundo que pra mim é um auto-conhecimento profundo, comecei a me questionar sobre muitas coisas no meu estilo de vida, na minha conduta alimentar, bem como nos produtos que eu estava consumindo… e me dei conta que, sim eu havia mudado, resolvi comprar produtos sem testes em animais, me tornei vegetariana, mas e aí? E o consumo desenfreado, as roupas, sapatos, etc? O que eu faço com tudo que já tenho na minha gaveta? O que realmente importa? E foi então que ontem por um ACASO OU UM INTENÇÃO muito forte que lancei essa energia pro universo que encontrei o teu blog, e eu juro, eu não sei como encontrei, ontem final da tarde navegando na internet encontrei e hoje resolvi parar no meu intervalo de almoço pra ler sobre esse projeto! Estou encantada… e de cara já te agradeço, tenho certeza que os teus incetivos irão me abrir caminhos lindos em busca de uma vida minimalista!

    Responder
  4. Faço sempre isso pq tenho um peso na consciência enorme de comprar produtos antes de acabar, ou deles vencerem e eu não ter aproveitado ao máximo. Só compro outros em questão de variedade: ex: batom, esmalte.

    Nosso dinheiro é muito suadinho e não pode desperdiçar não! hehe

    Um bj,
    Re

    Responder
  5. Fernanda Rocha

    Adoreiiiii esse projeto. Eu sem querer faço e nem sabia que tinha esse projeto. O meu motivo foi: ter ficado desempregada ano passado e precisar saber o que eu tinha em casa para não gastar dimdim à toa com produtos que eu já tinha. Decidi separar 3 necessaries (rotina manhã, rotina noite e uma terceira para produtos que uso tanto de manhã quanto de noite). Em cada necessarie eu coloquei produtos que eu costumo usar naquela hora do dia (ou queria usar e não achava no armário), alguns produtos eu pensei em jogar fora devido arrependimento de ter comprado mas fiquei com pena do dimdim gasto então decidi usar até o fim. Por fim, peguei uma sacola de papelão pequena e coloquei todos os produtos fechados que eu tinha (e quando trabalhava comprava vários), e a sacola que chamo de estoque coloquei no fundo do guarda roupa. Para saber o que tem nela sem precisar bagunçar o armário eu fiz uma planilha a mão mesmo com: nome do produto, quantidade ideal, quantidade que tenho. As quantidades eu preencho a lápis assim cada produto que tiro de lá, arrumo a quantidade na planilha. Quando percebo que vou ficar sem um produto que uso muito, coloco ele na lista de compras , assim quando der, eu vou ao centro e compro. Ainda tenho por exemplo muitos hidratantes para o corpo que quero terminar, mas vou com paciência, e só jogarei fora quando realmente acabar. Economizo muitoooo dessa forma. Adorei o post.

    Responder
  6. Vania

    Mto interessante! Compro cosméticos à medida que vão chegando ao fim. Tenho meus queridinhos, que vou sempre repondo, e limito as novidades a umas duas por ANO. Desses queridinhos, qdo viajo ao exterior trago um estoquezinho, mas nunca ultrapassando a quantidade suficiente para um ano de consumo. Esse estoquezinho fica guardado, vou pegando qdo termina o que está em uso.
    A exceção são os batons, que vira e mexe compro alguma novidade, uma cor diferente…e fatalmente vários ficam sem uso. Acabo usando sempre só dois: um para o dia a dia e um vermelho para dias especiais.
    Uns tempos atrás, limitei a quantidade de itens de uso. Por exemplo, tinha iluminador, mas será que preciso de iluminador? Quase nunca usava, é um ítem que não entrou no meu hábito. Às vezes me esforçava pra usar, só pra não deixar totalmente parado… mas não preciso nem gosto. Então suprimi, fiquei com aquilo que preciso e uso.
    O que uso de fato: 1- loção de limpeza, 2- hidratante facial 3- hidratante para o corpo 4- hidratante para os pés 5- BB cream 6- corretivo (Touch Eclat, insubstituível!) 7- Studio Fix (mistura de base e pó) 8- blush 9- lápis de olho (2, em tons diferentes) 10- batons (2 cores bastariam). Ah, e perfume ! (dois, para o dia e para a noite).
    Para o cabelo, preciso de 4 itens: shampoo, condicionador, uma máscara hidratante e um finalizador anti-frizz.
    Sei que ainda uso muitas coisas, coisas demais. Mas diante da oferta que existe, piscando pra gente, considero que sou bem moderada…

    Responder
  7. Kassi

    Me interesso mto neste assunto..ameiiii e tbm estou fazendo o projeto…faça mais posts sobre decluters.bjoss

    Responder
  8. Ai que emoção! Obrigada!! Queria muito trazer esse conceito do Project Pan para cá, infelizmente acho que o nome, por estar em inglês, está impedindo isso de acontecer. Pensei em começar a disseminar alguma coisa do tipo “Bota pra usar”, ou sei lá haha. Sonhos de uma blogueira!
    Btw, seu cantinho está lindo Camile, uma vibe super positiva!
    Besos!

    Responder
    • Ah, que bom te ver por aqui!
      Que tal pensarmos em um nome bacana em português pra divulgarmos? Podemos escrever posts sobre isso com um nome mais simples que todos possam entender!

      Beijos!

      Responder

Gostou do que escrevi? Deixe um comentário! :)