Tecnologia

O dia em que excluí o Facebook do celular

28/11/2015

O dia em que excluí o Facebook do celular | Vida Minimalista | Camile Carvalho

Já faz um tempo que eu vinha querendo desconectar um pouco do Facebook, mas a questão é que como alimento a Fanpage do blog e monitoro outras redes sociais, queria encontrar um equilíbrio entre o pessoal e o profissional. O problema é usar a desculpa de que estou usando o Facebook para fins profissionais quando na verdade o que estou fazendo é apenas rolando a página à procura de novidades, e quando percebo, já se passaram minutos preciosos da minha vida, já deixei de fazer o que precisava por estar ali, completamente distraída.

Quanto às mensagens, era outro problema. Muitos amigos falavam algo pelo Facebook Messenger instalado no celular, mas na maioria das vezes era relacionado a algo que eu (1) não poderia resolver no momento ou (2) puxavam assunto apenas pra bater papo. Não sou (tão) antissocial a ponto de não querer conversar com meus amigos, mas nem sempre o momento em que eles podem, é quando eu posso, e isso tenho certeza que acontece com a maioria de nós.

Saber que um amigo me mandou mensagem e eu não ter como responder na hora me deixava com uma sensação de não estar sendo tão legal com a pessoa, como se estivesse a desprezando, mesmo que fosse por alguns minutos até que eu pudesse chegar em casa pra conversar com mais calma. A solução que tive foi então excluir os dois aplicativos do meu celular: Facebook e Messenger.

O Facebook foi embora há mais tempo e desde então não senti falta alguma. A ansiedade de ver notificações e sentir a necessidade de lê-las, foi embora, mas o Messenger ainda continuou ali, firme e forte, até que percebi que talvez não fosse tão importante tê-lo ali em minhas mãos. Após um tempo, excluí sem dó e mantive apenas o aplicativo da Fanpage em uma pastinha chamada Blog.

Agora não me sinto uma má pessoa ao ver que amigos estão puxando papo comigo quando estou na rua, ou quando alguém me pede material/links etc pra algum trabalho. Desculpe, mas na rua fica difícil resolver certos assuntos e o mais legal é que agora, quando chego em casa, tenho aquele tempinho dedicado a entrar no Facebook, ver as notificações, responder aos amigos e pronto. Manter a mente focada em uma única atividade por vez pode ser um pouco difícil, mas reservar esse tempo pra conversar, pra responder com calma e carinho e atualizar as redes sociais tem me feito bem. Posso demorar algumas horas pra responder, é verdade, mas quando respondo, podem ter certeza de que foi de coração. 💕

E vocês, como lidam com o Facebook? Também deletaram o aplicativo ou foram mais corajosos e saíram da rede social?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

comentários via facebook

13 comentários leave one →

  1. Shirlene

    Adorei! Li e me identifiquei na hora e assim que acabei de ler, exlui 6 aplicativos que consumiam meu tempo útil. Gratidão

    Responder
  2. Ana Vitória

    Estou fazendo um teste pra sair de vez da rede… por enquanto consegui manter o fb desativado por uma semana… Estou falando com meus amigos pelo wpp e tem dado tudo certo! Acho que realmente vale a pena parar e avaliar o papel que as redes sociais tem na nossa vida e o tempo que elas nos roubam. Gratidão, Camile ♥

    Responder
  3. Se a gente perdesse só minutos seria ótimo. Eu perdia horas! Eu volta e meia a cada alguns meses deleto o facebook quando preciso espairecer, fiz isso essa semana, não sei quanto tempo vai durar. Eu me sinto super bem quando deleto ele, mas é difícil explicar porque sempre acabo voltando… Vamos ver quanto tempo dura desta vez.

    http://anna-costa.blogspot.com.br/

    Responder
  4. Keila

    Eu perdia horas no Facebook, além de ter que adicionar pessoas que não eram amigas e a cobrança de acompanhar posts e mensagens dos amigos corroboram para que eu, definitivamente, saísse do Facebook. Achei que duraria uma semana e faz 11 meses já.
    Resultado: ganhei tempo livre. Li mais, passei mais, mais tempo de organização para minhas coisas, mais tempo para a vida… Não pretendendo voltar para o FB, não sinto falta alguma. Hoje, tenho apenas o Instagram que reluto em deletá-lo pois adoro fotos. Veremos….

    Responder
  5. Ane

    Exclui o aplicativo do Facebook a mais de um ano, nunca me fez falta. Ainda assim entrava pelo navegador do celular, mas de forma mais esporádica. Só que o Facebook é uma ferramenta que ultimamente mais me cansava do que agregava. Essa obrigação de saber o que se passa na vida das outras pessoas, inúmeras discussões inúteis e ainda sim eu passava uma parte do meu dia na rede. Tem uma semana que desativei minha conta e o que senti foi alívio. Não senti falta nenhuma ainda, os sites que eu acompanhava por ele eu assino seus feeds (acho feed a coisa mais pratica do mundo hahaha) e continuo mantendo contato com meus amigos pelo Whatsapp. De qualquer maneira, não deletei minha conta de vez, se eu vier a sentir realmente falta posso reativá-la. Sinto que isso não vai acontecer tão cedo! =)

    Responder
  6. Juliana

    Ótima iniciativa! Já fiz isso, mas não aguentei e reinstalei o aplicativo.

    Você não sente vontade de por exemplo: Fazer check in quando está em algum lugar?

    Responder
  7. Oi Camile, eu deletei o App do celular há umas duas ou três semanas e está sendo ótimo. Meu motivo foi o mesmo que o seu, percebi que estava gastando tempo, bateria e banda dando scroll na tela sem ter nada de interessante pra ler. Tá sobrando tempo pra outras coisas, as que eu realmente quero fazer 😉
    Um beijo!

    Responder
  8. Ola Camile,
    Acompanho seu blog já faz algum tempo e a primeira vez que comento e quero de parabenizar pela iniciativa. Também já faz um tempo penso em tomar essa atitude, porque vejo que não agrega nada. Já comecei a planejar meus objetivos para 2016 utilizar somente por 1 hora por semana.

    Abraço, e continue compartilhando conosco seus experiencias.
    Diego Pedro

    Responder
  9. Ana Beatriz Carvalho

    Oi Camile,

    Eu excluí meu face uma vez, fiquei cerca de 6 meses desconectada, no começo foi bem difícil mas depois foi libertador, porém tenho alguns amigos que moram longe e por ficar por fora de quase td , rs, acabei voltando.

    Hoje sinto que estou conectada demais, mas quero controlar isso, como você mesmo disse acabamos perdendo horas e mais horas do nosso precioso tempo.

    As mudanças são devagar, mas desde que haja ação já é um ponto super positivo !

    Beijo, Ana

    Responder
  10. Alice Farias

    Olha, pra mim é bem difícil, quando estava lendo seu primeiro parágrafo me vi literalmente, na verdade, mesmo tendo muitas páginas que me interessam, o facebook hoje está tirando tempo mesmo da vida da gente, e pra quê, né?

    Tenho tentado me policiar mais em vários aspectos da minha vida pessoal, a de não julgar, etc, e o facebook parece que te induz a fazer o que você não quer!

    Vou levar em consideração essa sua atitude e vê se realmente preciso dele no celular!

    Grata! :*

    Responder
  11. Andrea

    Ano que vem faz dois anos que excluí o facebook pela última vez e não me arrependo nem um pouco. Talvez me arrependa de não ter deletado definitivamente pela primeira vez. 😉

    Responder
  12. Já eu, fui um pouquinho mais radical… Não tenho IM algum no celular. Nenhum mesmo, nem whatsapp! E também não tenho o facebook e deixo todas as notificações de apps desligadas. Verifico quando posso/quero. Minha vida ficou muito menos estressada e ansiosa, fez uma diferença enorme pra mim. O problema é que as pessoas acham que você tem de estar disponível pra elas 24h/dia. E, como você disse, nós também acabamos nos cobrando, como se fosse “falta de consideração” não responder as pessoas. Isso acabou também por dar limites às pessoas dos meus círculos, que me mandam muito menos mensagens agora, e falando sempre o essencial. Além de ser uma distração muito fácil também. Às vezes a gente nem percebe como uma coisa “pequena” dessas pode atrapalhar a nossa qualidade de vida.

    Responder
  13. Aline Machado

    Exclui meu face já faz um mês e minha vida melhorou muito, também fica ansiosa para responder meus amigos e familiares, nem sempre tinha tempo, esquecia de curtir páginas que solicitavam, aniversários e eventos, sentia-me muito mal, apesar de todos saberem da minha vida extremamente corrida. E para meu espanto, pessoas que eu mantinha contato só pelo face começaram a telefonar, mandar e-mail e convidar para um café. Isso comprova minha teoria que o Facebook está fastando as pessoas em vez de aproximar. Antes mandava uma mensagem bonita e achava o suficiente, agora aos finais de semana tenho encontrado meus amigos e sinto-me mais feliz!

    Responder

Gostou do que escrevi? Deixe um comentário! :)