Desapegue, deixe ir…

13/04/2015

Desapegue, deixe ir... | Camile Carvalho - Vida Minimalista

Quantos objetos você carrega em sua vida? Quantas peças de roupa sem vestir há anos, cadernos, livros não-lidos, canetas que não funcionam? Quantas mágoas, tristezas e sentimentos negativos você mantêm dentro de si, esperando que um dia, quem sabe, consiga extrapolar tudo e descontar ou se vingar de alguém?

Talvez você carregue um peso que não te pertença. Culpas, sentimentos, objetos… Talvez o medo do desapego seja o principal motivo de não conseguir se livrar do que te faz mal. Ou quem sabe, a insegurança de não saber o dia de amanhã. E se eu precisar disso futuramente? E daquilo? E aquele sentimento ruim, não preciso colocar em cartas limpas quem sabe, ano que vem?

Desapegue. Viver o hoje pode não ser tão difícil quanto você pensa. Livrar-se do que não te serve mais pode ser libertador, tanto fisicamente quanto emocionalmente. Aquele sentimento de injustiça, ou de apego a algo ou alguém pode estar contribuindo para uma série de bloqueios.

Você já percebeu que em alguns momentos nossas vidas parecem não fluir naturalmente? Que tudo parece amarrado, com um nó tão forte que somos incapazes de desfazê-lo? E quando nada de bom acontece, e nos tornamos deprimidos, acreditamos que não somos merecedores? Talvez seu copo esteja transbordando demais. Talvez toda a bagagem que você carrega esteja te impedindo de receber o que você realmente precisa.

Quando nos livramos do peso extra, abrimos espaço para o novo. E é apenas com o desapego que somos capazes de nos livrarmos, sem receios, do que está estagnado em nossas vidas.

Não abra apenas seu armário, mas também seu coração. Analise o que vai e o que fica. Abra espaço para o novo, deixe a energia fluir. Quando nos desprendemos dos problemas do passado e das preocupações futuras, vivemos o momento presente. E o agora é o único momento que você tem para viver.

Desapegue! Deixe ir… Você então perceberá o bem que estará fazendo a si mesmo.

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

1 comentário leave one →

  1. Fernanda Luz

    Estou nessa fase, estou me desapegando de muita coisa e montei até uma planilha para controle do que tenho, pretendo logo postar no blog que inclusive esta paradinho. Estou me desapegando de livros agora, eu tinha mais de 50, estou com cerca de 16 para desapegar… e não sossego enquanto não me desapegar deles, hehehe. Quero depois ver roupas e tudo mais, ter so o que eu gostar mesmo e usar. Dá um alívio desapegar.

    Responder

Gostou do que escrevi? Deixe um comentário! :)