Vida Simples

Declutter de fim de ano

05/12/2015

Declutter de fim de ano | Camile Carvalho | #camilecarvalho

Pra uns pode ser apenas uma data, como qualquer outra, mas eu gosto de encarar o fim do ano como um ritual de encerramento de um ciclo e início de outro. Não tem como fugir disso, tudo para nessa época do ano e recomeça no início do novo, então aproveito essa energia para fazer um ritual do desapego para começar o novo ciclo com novas energias.

O primeiro passo é fazer um declutter da papelada. Como também sou estudante, começo pelo material da faculdade e cursos, pois a maioria nessa época do ano já se encerrou. No meu caso específico, acabei de concluir minha pós-graduação, então é o momento também de fazer uma revisão no material que usei, principalmente no caderno, que será arquivado.

Declutter de fim de ano | Camile Carvalho | #camilecarvalho

Meu passo-a-passo

Limpeza

A primeira coisa que faço é varrer o chão do quarto pra tirar as energias negativas e estender meu tapetinho de yoga. Não adianta, para mim fazer um destralhe, jogar coisas foras e me desapegar faz parte da minha prática e não há diferença entre fazer uma postura, uma meditação e arrumar a papelada. Tudo isso faz parte da prática do yoga que, como já expliquei no vídeo do youtube, não se limita apenas a posturas e movimentos, mas ao modo como vivemos nossas vidas.

Música

Costumo colocar uma playlist de yoga (geralmente a que dou aulas) ou algum álbum do Deezer de Reiki, Meditação ou mantras. Acho que assim consigo entrar mais em sintonia com o objetivo da arrumação e crio um ambiente propício, leve e harmônico.

Água

Sempre encho uma garrafa de água e mantenho ao meu lado. Por algum motivo qualquer, sinto muita sede durante as arrumações e costumo beber de uma a duas garrafinhas durante cada sessão de organização.

Gavetas

Começo pelas gavetas, mas escolho uma por vez. Num dos meus primeiros declutters tirei tudo de dentro das gavetas fazendo uma grande pilha de objetos e papeis no centro do meu quarto, mas isso eu recomendo que se faça na primeira vez, para termos a noção do quanto acumulamos. Depois, nas revisões, pode fazer aos poucos, já que espera-se que não tenhamos acumulado tanto (o que nem sempre é verdade).

Papel

Com a pilha sobre o chão, pego um papel de cada vez e vou separando em pilhas de acordo com o que representam. Aqui fiz pilhas de papeis em branco, xerox da faculdade, pastas vazias (aquelas pastas em L), material de escritório (tesouras, cola, canetas etc.) e anotações que preciso guardar. Enquanto isso, o que não quero mais, vai pra pilha dos reciclados.

Declutter de fim de ano | Camile Carvalho | #camilecarvalho

Pilha dos reciclados

É uma terapia para mim rasgar papeis. Pode parecer besteira, mas enquanto pico cada um deles com as mãos me sinto agradecida pelo conhecimento que ele me permitiu obter, pelas palavras que pude escrever ou ler nele. Geralmente são papeis de anotações de aulas que já passei a limpo, ou textos já lidos, flyers que peguei na rua – e que não deveria tê-los trazido para casa – ou jornais que recebo gratuitamente.

Organizando

– Depois de formar a pilha de papeis a serem reciclados e colocá-los em uma sacola, analiso o que pode ser guardado e o que pode ser doado. Algumas xerox que fico depois do semestre ter acabado podem ser repassados a outros alunos dos períodos anteriores.

Papeis em branco ficam em uma pasta para serem usados na impressora (que confesso que quase não uso mais) e guardo também papeis que podem servir de rascunho. Gosto muito de fazer mapas mentais à mão, com papel e canetas coloridas para ter novas ideias, e estes papeis são muito úteis.

Pastas vazias vão pra uma outra pasta maior na qual guardo todo material de escritório que não estou usando no momento. Tenho algumas pastas em L, envelopes e sacos para guardar folhas de fichário nessa pasta maior e sempre que preciso de algo, recorro a ela. Quando não preciso mais, volto a guardar lá, pra não deixar tudo espalhado pelas gavetas.

Cadernos passam por uma revisão e arranco folhas que serviram apenas para rabiscos. Sabe aquela última folha que sempre anotamos coisas importantes para o momento mas que depois deixam de ter importância, ou apenas rabiscamos coisas sem sentido? Não gosto de começar um novo semestre ou novo ciclo com as últimas folhas com anotações. Dá uma impressão ruim, então tive a ideia de colar o quadro de horários ou alguma tabela importante na última página. Assim me impede de ficar rabiscando coisas aleatórias e usar meu caderninho centralizado para anotações.

Depois de guardar tudo em seus devidos lugares com energia renovada, costumo fazer uma meditação e agradecer por mais um ciclo encerrado.

E que venham novas energias!

E vocês, como fazem o declutter? Já fizeram o do fim de ano? Aproveitem a energia de renovação de ciclo para desapegarem daquilo que não os serve mais!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

9 comentários leave one →

  1. Hamilton Kabuna

    Tenho feito a mesma coisa, Camile, desde 2013. Acredito que, esse ano, eu terei mais coisas para me desfazer, pois já venho jogado papéis fora desde o final de outubro. Textos da faculdade (que saí já tem cinco anos!), livros e gibis que não lerei mais, desenhos velhos etc etc. Uma coisa que vou fazer, hoje (domingo) é fazer uma limpeza no meu PC.

    Beijos e compartilhado, moça!

    Responder
    • Oi Kabuna!

      Eu entrei nessa energia do desapego e já comecei pela papelada, mas o computador também está precisando de uma super revisão. Como fotografo muito, tenho muitos arquivos de fotos do ano inteiro e sempre em Dezembro apago um monte que não ficou tão boa e guardo apenas as melhores. Programas que não uso mais, arquivos antigos, tudo isso também vai pra lixeira. O computador fica bem mais leve!

      Boa limpeza por aí! 🙂

      Responder
  2. Aline .

    Que saudade que eu tava do seus textos sobre declutter ( sempre me da ideias ótimas e renova minhas energias obrigadaa)
    adorei as dicas , e depois que comecei a acompanhar seu blog costumo fazer esse declutter sempre que sinto que estou com muita coisa acumulada ou sentindo pesado o ambiente pelo excesso de coisas. Isso pra mim é uma terapia , amo passar para frente coisas que não uso mais . Uma das melhores coisas da vida .
    Gratidão Camile

    Responder
  3. Esse ano já me desfiz da papelada toda, algumas roupas e outras coisas.
    Fim do ano já não sobrou muita coisa física para fazer. Mas agora estou na parte dos arquivos digitais!
    Na hora de me desfazer que percebi que quanto mais espaço temos, mais acumulamos hehe.
    Beijos!

    Responder
  4. Jess

    faço declutter geral de fim de ano, e é muito renovador 🙂
    suas dicas são preciosas, como sempre.

    Responder
  5. Keila

    Oi, Camis (posso chamá-la, assim?)
    Acompanho seu blog há algum tempo e já comentei aqui em alguns posts. Seu blog é uma terapia, adoro seus textos e o conteúdo. Parabéns e gratidão por compartilhar conosco! Namastê =)

    Responder
    • Oi Keila!

      Claro que pode me chamar assim! 🙂

      Muito obrigada pela visita, fico muito feliz que esteja gostando do que escrevo. Namastê!

      Responder
  6. Mais um post inspirador, obrigada Camile! Seus posts sobre declutter me ajudaram a me desfazer de muita coisa inútil a começar pelo material da faculdade que não conseguia jogar fora sem ficar com dor na consciência. Já comecei a fazer a minha limpeza de fim de ano e estou retirando muita tralha que não serve p nada, mas tb muitas coisas p doação. Meu fim de ano está muito corrido então tenho tirado um pouco a cada fim de semana e quero ter terminado para o Natal. Ano novo, vida nova e espaços livres é meu objetivo. Beijos

    Responder
  7. Nossa, gostei muito desse hábito de varrer antes de começar, pra limpar as energias… Vou implantar. <3

    Responder

Gostou do que escrevi? Deixe um comentário! :)