Inspiração

Como desenvolver a escrita

13/01/2013

Como desenvolver a escrita | Camile Carvalho | #camilecarvalho

É certo que a tecnologia auxilia – e muito – na hora da escrita. A edição de texto ganha um auxílio muito grande, mas a verdade é que não há nada melhor para desenvolver a criatividade, que escrever à mão. E é justamente pelo fato de não poder ser editada, que ela se torna mais espontânea.

Analisando por um lado, a possibilidade de edição imediata facilita demais o escritor, seja ele amador ou profissional. Um editor de texto possui inúmeras ferramentas disponíveis que substituem horas de consulta a dicionários, avisa quando uma palavra foi escrita incorretamente e ainda formata da maneira mais apropriada um texto, característica não presente na escrita à mão.

O papel, no entanto, nos dá uma maior liberdade de criação. Com canetas coloridas e, de preferência, com a ausência de linhas, estimulamos os dois lados do nosso cérebro, fazendo uso tanto da parte racional quanto da criativa, tendo como resultado uma escrita mais livre e menos rígida. Ainda que não se esteja fazendo um Mapa Mental, pode-se simplesmente deixar a criatividade fluir em parágrafos, que poderão ser organizados mais tarde em um editor de texto com todo o aparato adequado.

No meu caso, eu uso um caderno pequeno e colorido, e que me dá total liberdade de escrever o que vier à minha mente. É importante ressaltar que não precisamos estar munidos de um Moleskine para registrar nossos pensamentos, pois um simples bloco pode servir para fazermos nossas anotações. Melhor ainda se pudermos reaproveitar algum caderno que jogaríamos fora, assim ainda evitamos o desperdício de papel e dinheiro. No meu caso escolhi uma pequena caderneta, pois pode andar sempre comigo na bolsa. Nunca se sabe quando terei uma brilhante ideia para um post ou lembrarei de algo importante que devo fazer. Nesse caso, ele serve também como meu inbox, no qual anoto tudo o que vier em minha mente, sem filtros.

Liberte-se das linhas retas e letras pretas sobre o papel branco. Deixe sua criatividade fluir. Quando foi a última vez que você libertou sua mente criativa?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

2 comentários leave one →

  1. Marisa Papoila

    Olá Camile! Hoje durante uma pesquisa sobre minimalismo cruzei-me com o
    seu blog e estou a gostar imenso. Parece que temos algumas coisas em
    comum para além do minimalismo, sou uma apaixonada por animais e também
    os meus pais acumulam muita tralha!rsrsrsrsrsrs Ah para além disso sou
    licenciada em comunicação. Parabéns por este cantinho que, sem dúvida,
    vou continuar a seguir.

    Responder
    • Camile Carvalho

      Olá, Marisa! Muito obrigada por vir aqui conhecer meu cantinho! Temos muita coisa em comum, hein! Realmente, conviver com quem acumula tralha é muito difícil, mas com jeito conseguimos dribla-los e destralhar aos poucos nossa casa. Volte sempre e seja muito bem vinda! 🙂

      Camile

      Responder

Gostou do que escrevi? Deixe um comentário! :)