Que venha o ciclo das mudanças

30/12/2016

É isso mesmo, o ano está acabando. Mais uma vez venho aqui escrever do Piauí, onde estou passando as férias e contar sobre as últimas novidades da minha vida.

Estes últimos meses têm sido de muito autoconhecimento e transformação na minha vida. No meio de incertezas profissionais e acadêmicas, acabei tendo a comprovação – da melhor forma possível – de que estava trilhando o caminho certo, o meu dharma. Aquela certeza de que tudo estava ocorrendo como deveria ser, e isso nos dá uma paz sem igual.

Por algum tempo me questionei sobre meu caminho como professora de yoga, mas o universo fez com que eu visse, com meus próprios olhos, muito sobre a minha missão aqui. Foi um período de provas e que, no final, tudo convergiu para que eu só tivesse mais certeza de que é isso mesmo, e que amo o caminho que escolhi.

Nem tudo são flores, claro. Mas quando estamos conectados com a nossa essência sem nos desviar dos nossos princípios, até mesmo os momentos mais difíceis se tornam mais leves. E assim vamos caminhando…

2016 foi um ano de finalização de ciclos. De deixar pra traz o que não nos serve mais. De encerrar o que deve ser encerrado, de limpeza, abrir espaço e desapegar. Foi um ano de muitas reflexões para mim. De entrar em contato comigo mesma, com meu lado mais sombrio. De aceitar quem sou, saber que sou imperfeita, mas que posso reconhecer minhas fraquezas e mudar a mim mesma, tudo no meu tempo.

2017 chegará transformando tudo. Depois do espaço aberto, a chegada do novo. Será aquele ano para novos inícios, projetos, pés no chão. Será propício para pegarmos aquelas ideias perdidas nas gavetas e colocar pra funcionar. É fazer, agir, começar, tocar adiante.

E com isso ja ando com meu caderninho novo de ideias, com minhas listas e muita energia para começar tudo novo. Tudo bem que o ano astrológico só começa em Março, quando entramos no signo de áries, mas já podemos sentir as energias de recomeços desde já.

Que possamos aproveitar essa energia de mudanças e deixar em 2016 o que não vai mais nos acompanhar em 2017. Eu sei, mudanças e datas são uma convenção criada por nós, humanos, mas uma coisa é certa: qualquer momento é bom para mudarmos a nós mesmos. Vamos lá?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

comentários via facebook

6 comentários leave one →

  1. Ludmila

    Realmente, a todo momento é possível termos a decisão de mudar, mas nesse momento do ano, a consciência do que é preciso mudar torna-se mais nítida, fazendo com que haja uma melhor iniciativa para criar coragem de botar aquele plano em ação, seja para criar ou para simplificar coisas em nossas vidas. Que 2017 seja um ano de boas aventuras para todas nós!

    Responder
  2. Sara

    Desejo-te um ano de muita luz!

    Feliz 2017 é um abraço de Portugal!

    Responder
  3. Com certeza 2016 foi um ano de encerrar coisas!!
    Que 2017 venha com força!!
    Feliz Ano Novo!!

    Responder

Gostou do que escrevi? Deixe um comentário! :)