Artigos sobre » Saúde
Saúde

Como manter a saúde durante uma viagem?

13/01/2017

Como manter a saúde durante uma viagem - Camile Carvalho

Toda viagem nos traz uma experiência incrível: lugares, pessoas, sotaques, comidas diferentes… a vontade de experimentar novidades e aproveitar cada segundo faz com que nossa rotina fique bem diferente do que estávamos acostumados. Algumas pessoas passam a comer mais, outras dormem menos, e esse agito todo pode prejudicar nossa saúde.

Hoje vou compartilhar com vocês 5 dicas que tenho o costume de fazer para manter a saúde (física e mental) em uma viagem, seja ela longa ou curta.

1 | Água, água e água

Compro uma garrafa de 1,5L de água e mantenho comigo. Se tenho onde enchê-la (algum filtro por perto), vou utilizando a mesma garrafa. A meta é beber uma garrafa dessa por dia pra manter a hidratação e a boa digestão. Agora quem me acompanha também é meu copo do #menos1lixo, que vai comigo pra onde eu for.

Hidratação é fundamental para nossa saúde, não deixe de beber água pura. Sucos também são bem-vindos pra acompanhar as refeições. Fuja dos refrigerantes e bebidas alcoólicas, mas se quiser tomar aquela cervejinha ou coca-cola, beba com moderação (e aumente o consumo de água). Mantenha sempre o caminho do meio!

2 | Exercícios físicos e meditação

Eu carrego meu tapete de yoga pra onde eu for. Agora que tenho um porta mat (obrigada, Atha Brasil!), fica muito mais prático carregá-lo em viagens e passeios comigo. Mesmo que você não pratique yoga, recomendo que tenha o seu tapetinho pra fazer exercícios de alongamento e meditação.

Eu sei que em viagens tudo fica mais corrido, mas reserve pelo menos meia hora por dia pra fazer uma caminhada na praia, numa praça ou desenrolar o tapetinho e se alongar. Sua saúde agradece!

3 | Óleos essenciais

Eu não faço uso de medicamentos alopáticos, deixo pra usá-los apenas em caso de extrema necessidade. Se tenho dor de cabeça, bebo água e me deito. Se estou pegando uma gripe, faço inalação com óleo essencial de Hortelã-Pimenta com Alecrim. Se estou com insônia, pingo 3 gotas de Lavanda no travesseiro e se minhas pernas estão cansadas de tanto andar, massageio com 3 gotas de óleo de Tangerina ou Laranja diluído em uma colher de sopa de óleo de côco.

Assim, carrego minha farmacinha comigo pra onde eu for. São práticos para carregar, não oferecem risco à saúde e são naturais, além de exercerem várias funções. Leia mais sobre óleos essenciais.

4 | Alimentação Saudável

Eu sei, eu sei, você chega num lugar completamente diferente, com uma culinária típica da região e quer experimentar de tudo! Eu também sou assim, adoro uma novidade. Porém, mudar radicalmente a alimentação pode não fazer bem pro nosso organismo, que vai precisar de um tempo pra se acostumar.

Não deixe de provar iguarias da região, mas mantenha o equilíbrio. Eu costumo comer frutas nos intervalos das refeições e experimentar saladas diferentes. Aproveitando que minha alimentação é vegetariana, é uma boa oportunidade de pedir umas saladas pra acompanhar o prato principal. Não deixe de comer as novidades, mas equilibre com refeições mais leves e saudáveis durante o dia.

5 | Escrever

Comprei um caderninho pra inspirações e carrego sempre comigo. Ali escrevo meus pensamentos e reflexões, e é uma boa dica pra mantermos a saúde mental. Reservar um momento do dia pra ficar a sós com nossos pensamentos, aproveitar para meditar e colocar as ideias no papel é bom pra mente e pra criatividade.

Algumas ideas surgem quando estamos longe da nossa zona de conforto e não devemos desperdiçá-las. Escreva, registre, desabafe em seu caderninho e você perceberá como isso ajuda muito a materializar ideias e planos que surgem durante a viagem.

•••

Estas são algumas dicas que coloquei em prática nesta viagem e que têm me feito muito bem. E você, tem alguma dica que não falei aqui? Como você mantém a saúde durante uma viagem?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr
Saúde

Dinacharya: rotinas ayurvédicas – ritual matinal

12/12/2016

Dinacharya: rotinas ayurvédicas

No último sábado, dia 10 de dezembro, participei de um workshop de Ayurveda ministrado por Flávia Seabra. Como eu sempre falo, a Índia é o berço de muitos conhecimentos, uma ciência ímpar, e que fico muito feliz em conhecer, a cada dia, um pouco mais de sua tradição, cultura e sabedoria.

Ayurveda significa, em sânscrito, ciência da vida (ayur=vida, veda=ciência, conhecimento). É o sistema tradicional de saúde praticado na Índia que há milênios tem sido aplicada e difundida no mundo com muito sucesso. Há, inclusive, diversos casos em que a medicina ocidental não deu conta, mas que o Ayurveda, com todas as suas ferramentas de alimentação, rituais, massagens, meditação e yoga, trouxe cura a quem já estava desperançoso, como foi o caso da própria Flávia que ministrou o workshop e da conhecida Laura Pires, autora do livro O sabor da harmonia.

Rotinas Ayurvédicas

Chamamos de Dinacharya a rotina ayurvédica, que são os rituais para desintoxicar e fortalecer o corpo e a mente, aumentando o prana. Segundo a tradição, nosso corpo sofre influências dos horários do dia, das estações do ano, da temperatura e claro, da alimentação. Por esse motivo, é de extrema importância que estabeleçamos uma rotina para que possamos regular nossos ciclos, nossa digestão e as energias que circulam em nosso corpo.

“O Ayurveda aconselha um estilo de vida bem regrado. De manhã até a noite. 
Acordar cedo, com o nascer do sol, cuidar da higiene, ter as refeições nos horários 
certos – café da manhã, almoço e jantar – e dormir sempre no mesmo horário. 
Este é o segredo da boa saúde” ~ Shiva Prasad

O melhor horário para acordar é antes do nascer do sol, no período chamado Brahma Muhurta (antes das 6hs). Neste período estamos sob a influência do Vata (vento), sendo um período auspicioso para meditar, fazer a limpeza do corpo e se preparar para o dia. Após as 6hs da manhã, entramos na influência Kapha (até as 10hs), o que nos torna mais pesados, lentos, dificultando o despertar do organismo trazendo uma sensação de letargia.

Como começar bem o dia?

Para começar o dia com pé direito e disposição, a Ayurveda recomenda que, dentro das possibilidades de cada um, façamos o seguinte ritual matinal:

  1. Acordar no Brahma Muhurta (antes das 6hs da manhã)
  2. Demonstrar gratidão pela vida ou por algo específico
  3. Fazer as eliminações (evacuar, urinar, escovar os dentes, raspar a língua, tomar banho)
  4. Tomar uma xícara de água morna com 10 gotas de limão em jejum para estimular o fogo digestivo (agni)
  5. Praticar asanas e pranayamas (yoga) e meditação
  6. Planejar o dia (mentalmente ou escrevendo)
  7. Tomar café da manhã

Eu sei, muitos podem olhar essa lista de rotinas e pensar: “mas eu não tenho tempo pra fazer isso tudo”, ou “jamais conseguiria acordar tão cedo” e eu concordo que nem todos podem mudar, de um dia pro outro e estabelecer essa rotina no dia-a-dia. No entanto, se aos poucos começarmos a tentar acordar um pouco mais cedo e ir incluindo alguns hábitos benéficos, vamos sentindo a transformação em nossos corpos e mente. Uma dica é colocar o despertador 30 minutos mais cedo a cada semana e tentar se deitar um pouco antes pra acompanhar os novos hábitos. Só de irmos pra cama mais cedo, nosso corpo já entende que é o momento de relaxar.

E você, que horas acorda? O que faz pela manhã?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr
Saúde

Aromaterapia: os benefícios do óleo essencial de Laranja

28/07/2016

Aromaterapia: Óleo essencial de laranja | Leve por aí

Um dos óleos essenciais que costumo usar muito quando preciso de criatividade e foco é o óleo essencial de laranja. Também gosto de usar em massagens nas pernas quando passo o dia andando na rua e chego em casa com os pés doendo e pernas cansadas. A vantagem é que além de estimular a circulação, também atua no sistema linfático ajudando a eliminar toxinas e retenção de líquidos.

Não sabe o que é aromaterapia nem óleo essencial? Leia esse post primeiro.

O óleo essencial de laranja é extraído da casca da laranja (Citrus aurantium) e tem diversas propriedades. Ele atua no sistema nervoso, gástrico e circulatório, atuando em casos de padrões corporais densos, rígidos e inflados.

Atualmente é muito usado em tratamentos de celulite, já que atua ativando a circulação e auxiliando na liberação de toxinas do organismo. Além disso, também pode atuar no emocional ativando a inspiração e a criatividade.

Propriedades

O óleo essencial de laranja tem propriedades diuréticas, estimulantes (sistema digestivo e linfático), anticoagulantes (auxilia na circulação sanguínea), antidepressiva e desintoxicante. Isso significa que oferece bons resultados para casos de apatia e desânimo, além de trazer bons resultados em pessoas que precisam liberar toxinas do organismo e tratar problemas circulatórios devido às propriedades diuréticas e desintoxicantes.

Aromaterapia: Óleo essencial de laranja | Camile Carvalho

Indicações terapêuticas

// CELULITES E RETENÇÕES DE LÍQUIDOS

Diluir de 5 a 8 gotas em 10ml de óleo carreador (2 colheres de chá) e massagear no local, como em regiões com celulite ou pernas para ativar a circulação, prevenir varizes e retenção de líquidos.

// ACNE E OLEOSIDADE

Usar 2 gotas de óleo de laranja ou associar ao óleo de melaleuca (1 gota de cada) e diluir no óleo de coco ou semente de uva (10 gotas). Massagear a face.

// DORES MUSCULARES

Combinado com o óleo de lavanda pode ser usado para massagens em locais com dores musculares e tensão. Usar a diluição de 3 gotas de cada óleo/10ml de óleo carreador.

// BANHO REVIGORANTE

Diluir 10 gotas em 200ml de água e jogar do topo da cabeça ao terminar o banho ou fazer a diluição de 5 gotas em 10ml de óleo carreador e passar pelo corpo. Pode ser aplicado também na água da banheira.

// DIFUSOR

Para estimular a criatividade e/ou reduzir o cansaço, usar 10 gotas de óleo essencial de laranja diluído em água no difusor e deixar no ambiente de trabalho ou estudos. Também pode ser usado ao chegar em casa cansado depois de um longo dia cansativo e estressante.

Evitar usar no momento em que for dormir, pois pode causar o efeito contrário dificultando o sono. É um óleo que tira a tensão do corpo, ajuda a liberar a energia presa mas ao mesmo tempo revigora.

Aromaterapia: Óleo essencial de laranja | Camile Carvalho

Padrões emocionais

Nosso padrão de comportamento atual nos induz à correria, à pressa e ao estado de estafa mental e físico ao final do dia. Quando deitamos para dormir com o corpo pesado e estafado, podemos não conseguir liberar essa tensão durante o sono, o que faz com que acordemos ainda mais cansados, sem ânimo para começarmos um novo dia de correria.

O óleo essencial de laranja é indicado para esses momentos em que estamos excessivamente cansados, pois ajuda a liberar as tensões acumuladas em nosso corpo e mente. Também é muito bom para momentos de criatividade, em que precisamos de energia e concentração para criar e manter o estado de atenção. Psicologicamente, a laranja traz alegria e levanta o ânimo e é conhecido como o “óleo sorridente“. 🙂

Um livro que indico para aprender mais sobre os óleos essenciais é o Guia Completo de Aromaterapia, de Joanna Hoare.

E você, costuma usar óleos essenciais? Tem alguma outra aplicação para o óleo essencial de laranja? Comente aqui e compartilhe sua experiência!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr