Artigos sobre » Livros
Livros

Web 2.0 Redes Sociais – Antonio Spadaro

02/06/2014

Quando a editora Paulinas entrou em contato comigo oferecendo alguns livros para que eu pudesse lê-los e compartilhar minha opinião, lembrei-me logo de um livro que li durante minha pesquisa de religiões e redes sociais, o Ciberteologia. Dentre algumas opções, fiquei curiosa em ler o Web 2.0 – Redes Sociais que é do mesmo autor, Antonio Spadaro, e hoje vim compartilhar minhas impressões sobre sua obra e o trabalho da editora que já acompanho há um tempo.

Antônio Spadaro é um padre jesuíta italiano, professor da Pontifícia Universidade Gregoriana. É autor de diversas obras sobre cultura e internet e tem publicado vários livros, como o Ciberteologia – que eu já havia lido – e este que apresento, o Web 2.0 – Redes Sociais.

O livro possui 151 páginas com uma bela diagramação usando fontes confortáveis impressas em papel branco. É um dos poucos livros que tenho lido impresso em cores, o que confere um visual moderno, mostrando o cuidado que a editora teve ao planejá-lo. Um detalhe interessante é que, cada capítulo – reservado a uma ferramenta da web diferente – possui a cor correspondente sinalizada em seu rodapé, sendo fácil encontrar a localização do capítulo sobre o Facebook, por exemplo, apenas procurando sua cor azul escura. O mesmo ocorre com o Blog, Twitter e os demais.

Capítulo falando sobre blogs

Web 2.0 é dividido em 9 capítulos, dentre os quais o primeiro analisa a internet como rede social, 7 abordam tais ferramentas (Blog, Podcast, Wikipedia, Second Life, Facebook, aNOBii e Twitter) e o último fala sobre segurança e privacidade. Spadaro defende que “a tecnologia não é inimiga das verdadeiras relações; ao contrário, pode ser sua melhor aliada” (p. 145), mas também completa que é necessário aprender a integrá-la no contexto da vida.

Apesar de voltado ao cristianismo, o autor faz sua análise e defende suas teorias de forma independente das influências teístas, complementando cada capítulo, porém, com observações de como organizações religiosas estão usando as mídias a favor de suas comunidades. Spadaro dá exemplos de Podcasts religiosos (Godcasts), grupos de discussões sobre o tema criados no Facebook e até igrejas, mesquitas e templos destinados a orações coletivas dentro do jogo Second Life. Para ele, “as formas de comunicação não são simplesmente ‘superadas’, mas integradas num nível superior” (p. 100).

Web 2.0 é voltado àqueles que querem pensar sobre as modificações ocorridas ao longo do tempo na internet em relação às organizações sociais, e como utilizar-se delas para melhorar a comunicação dentro de uma comunidade. Como já citado, o autor acredita que as relações humanas podem ser beneficiadas com os avanços da tecnologia, desde que haja uma correta integração com o cotidiano de seus usuários. É um bom livro para refletir sobre a Web 2.0 e inspirar-se para melhorar a comunicação interna de um determinado grupo social, seja ele religioso ou não.

Spadaro, A. Web 2.0 – Redes sociais. São Paulo: Paulinas, 2013.

Adicione o livro Web 2.0 no Skoob e no GoodReads

Compre agora pela Amazon!

Visite o site da editora Paulinas

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr
Livros

Resenha: Marketing nas Mídias Sociais em 30 Minutos

20/05/2014

Hoje eu vim contar a vocês sobre um livro bem interessante para quem quer entender um pouquinho mais sobre as Mídias Sociais. Marketing nas Mídias Sociais em 30 Minutos nos mostra, basicamente, como inserir-se no mundo das redes sociais aproveitando de forma simples seus benefícios.

Escrito por Susan Gunelius em um tom bastante didático, o livro dá uma explicação sobre o que são as principais redes sociais, como funcionam e como sua utilização pode alavancar as vendas de uma empresa tanto física quanto digital. Dicas interessantes, como a do 80/20 (80% de interação + 20% de autopromoção) são úteis para evitar que a presença nas redes se resuma apenas a divulgar conteúdo promocional em vez de construir relacionamento com possíveis clientes, o que a autora considera mais importante que qualquer outra intenção.

O livro é dividido em quatro partes, contendo 22 capítulos mais apêndices para que montemos nosso próprio planejamento estratégico. A meta do livro é convencer o leitor de que, com apenas 30 minutos diários de presença nas principais redes sociais pode-se obter um aumento de lucro, além de fortalecer a marca através do compartilhamento de conteúdo interessante, vídeos explicativos e troca de informação com os consumidores.

O público-alvo do livro, portanto, é mais voltado a empreendedores que não possuem tanta afinidade com as redes sociais. No livro é possível aprender como criar conta nas diferentes redes além de saber qual tipo de conteúdo é melhor ser produzido em cada uma delas. No entanto, algumas dicas valiosas podem ser aproveitadas por aqueles que já possuem um domínio maior sobre tais ferramentas.

Marketing nas Mídias Sociais em 30 Minutos possui 312 páginas bem diagramadas impressas em papel de boa qualidade e com a tonalidade creme, ideal para uma leitura confortável. Foi publicado no Brasil pela editora Cultrix e contém diversos exemplos de empresas que aplicaram as dicas mencionadas. Também nos dá um leque de opções para montarmos nosso próprio planejamento de 30 minutos diários. Sem dúvida uma ótima leitura tanto para quem está buscando informações sobre como iniciar nas mídias digitais quanto para aqueles que já têm domínio.

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr
Livros

Livro: Lidando com a Incerteza – Jonathan Fields

18/05/2014

Livro: Lidando com a Incerteza | Vida Minimalista | vidaminimalista.com

Semana passada recebi outro livro da Editora Novatec: Lidando com a Incerteza – como transformar a incerteza e o medo em confiança e criatividade, de Jonathan Fields. Fiquei animada, pois o medo e a insegurança muitas vezes nos paralisam, impedindo de alcançarmos o que desejamos.

Durante a leitura fiz várias anotações interessantes para implementar em minha vida e também compartilhar com vocês alguns insights. O livro é de fácil leitura e com boa diagramação em páginas amareladas, o que dá um conforto visual. É estruturado em 10 capítulos, sendo que no final há algumas informações adicionais como resumo do livro, informações sobre o autor e dicas. Embora voltado ao público empreendedor, é uma fonte de inspiração sobre como criar estratégias em nossa rotina para driblar o medo e insegurança quando estamos a criar algo novo e inédito ou simplesmente quando trabalhamos e vivemos em um meio incerto.

O autor começa contando exemplos de pessoas que de repente se viram em situações adversas, tendo que pensar rápido como agir diante de dificuldades e sobre as escolhas que fizeram – um tanto loucas – de encerrar um ciclo e recomeçar do ponto zero em outra atividade totalmente diferente. Tais pessoas passaram por cima do medo, da incerteza e insegurança apostando todas suas fichas em algo arriscado. Fields também fala sobre “os três cavaleiros” com os quais um criador precisa lidar: a incerteza, o risco e a exposição à crítica. O fato de estarmos sempre buscando aprovação dos outros em tudo que pretendemos iniciar nos leva à incerteza se vamos agradar e ao medo do julgamento, dois fatores que podem nos causar o famoso bloqueio criativo e nos fazer desistir antes mesmo de tentar.

O capítulo quatro nos mostra que a melhor maneira de evitarmos o bloqueio criativo devido ao pré-julgamento que fazemos de nós mesmos e nossas obras é estabelecer “âncoras de certeza“. Tais âncoras seriam pontos de apoios através de rituais em nossa rotina para que criemos momentos de segurança. Muitos grandes artistas que trabalham com a criatividade possuem uma rotina definida, como por exemplo, acordar cedo, tomar café, trabalhar por x horas, fazer exercícios físicos etc. Cabe a cada um de nós descobrir quais são os horários em que estamos mais propensos a realizar determinadas tarefas e seguir uma rotina diária. Fields diz ainda que o trabalho criativo é incerto, nos provocando ansiedade, e uma das formas de reduzi-la é buscando apoio em um ritual pré-estabelecido.

“Sua consistência torna-os instrumentos eficazes para combater a ansiedade que vem não só de viver em tempos de incerteza, mas de se envolver em esforços que elevam ainda mais tal incerteza.” p. 52

A partir do capítulo sete, na minha opinião, o livro fica mais interessante. Fields dá dicas de como treinar nosso cérebro para transformar o nosso medo em combustível e como lidar com críticas negativas, fazendo com que aproveitemos o feedback para melhorarmos ainda mais.

O Treinamento de Atenção (AT), conjunto de técnicas meditativas que criam determinadas mudanças psicológicas, podem ser úteis para fazermos uma ressignificação dos desafios que deram errado. Também explica como podemos discernir se é o momento certo de abandonarmos algum projeto ou se estamos apenas com medo do fracasso.

Livro: Lidando com a Incerteza | Vida Minimalista | vidaminimalista.com

Achei a leitura muito interessante, embora tenha demorado mais nos capítulos 5 e 6 que falam muito sobre empresas, empreendedorismo e exemplos que achei um pouco cansativos. No entanto, a partir do capítulo 7 a leitura fluiu melhor. É um ótimo livro pra nos fazer refletir se os nossos medos realmente têm fundamento ou se criamos obstáculos e “criamos historinhas” de fracasso futuro para justificarmos nossa insegurança em relação às possíveis críticas que ainda nem surgiram. A maioria não possui embasamento e podem ser alterados através de pequenas mudanças do nosso pensamento.

Livro: Lidando com a Incerteza | Vida Minimalista | vidaminimalista.com

Lidando com a Incerteza possui 208 páginas e foi publicado pela Editora Novatec. Quem quiser conhecer mais sobre a obra, basta entrar no site da editora ou comprar através da Amazon.

E você? Sabe lidar com seus medos ou vive pensando que é melhor não arriscar algo novo em sua vida com medo de fracassar?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr