Artigos sobre » Internet
Internet

As vantagens do Dropbox

13/05/2013

Em diversos posts aqui no Vida Minimalista eu falo sobre o Dropbox, mas só hoje pensei que nunca fiz um post explicando exatamente o que ele é e suas vantagens. Conheci o Dropbox através de um site sobre produtividade (que juro que não me recordo qual deles foi) e desde que instalei em meu computador, nunca mais deixei de usá-lo.

O Dropbox é uma pasta de arquivos virtual na qual pode ser sincronizada entre diversos computadores, gadgets e também na web. Para começar a usar é muito simples, basta acessar a página principal e fazer um pequeno cadastro. O uso é gratuito e em poucos minutos você já poderá começar a usá-lo.

Na Web:

O Dropbox pode ser usado pelo site principal. É possível criar diversas pastas e subpastas, enviar o arquivo, mover, copiar, baixar para o computador, ou seja, como um HD virtual mesmo. O cadastro inicial dá 2GB podendo ser ampliado até 18GB dependendo do seu uso. É possível ganhar mais espaço de acordo com ações como recomendações, instalação no celular, no computador entre outros, sem contar que às vezes são feitas algumas promoções as quais ampliam o espaço por um tempo determinado.

No celular:

É possível fazer o download do aplicativo para iPhone/iPad, Android e Blackberry. Basta possuir um cadastro no site e acessar através do login e da senha que seus arquivos estarão acessíveis em qualquer lugar que estiver. Desconheço outros dispositivos móveis, mas se souberem de algum outro não citado, me informem pelos comentários.

PC/Notebook:

Instalando o Dropbox no computador ou notebook, será criada uma pasta no local escolhido (por padrão, dentro da pasta Documentos do Windows). Tudo o que salvarmos ou arrastarmos para a pasta Dropbox será automaticamente sincronizada entre todos os dispositivos cujo aplicativo está instalado. Caso você delete algum arquivo sem querer, ainda há como acessar, através do site, a pasta trash, para recuperar o arquivo da lixeira.

Muitos podem pensar que 2GB é muito pouco para utilizá-lo como backup, mas por experiência própria, é um bom tamanho quando tratamos de documentos. Na faculdade de jornalismo, temos diversas disciplinas nas quais utilizamos o computador, como Mídias Digitais e Editoração Eletrônica, e precisamos sempre salvar projetos que iniciamos em aula para serem finalizados em casa ou na próxima aula e eu só uso o Dropbox para isso. É de praxe, logo no início da aula já acessar o site para baixar os arquivos ou textos que iremos utilizar na aula. Também no trabalho já usei muito, pois sempre temos um projeto a ser revisado em casa ou que deveríamos salvar no pendrive. Com isso acabou uma mania minha de guardar tudo no meu Gmail e enviar e-mail para mim mesma, deixando tudo mais organizado e o melhor, com um visual minimalista e bem clean. Recomendo!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr
Internet

A importância de sermos prevenidos

11/05/2013

Na última sexta-feira tive uma ideia para o blog e para isso, eu terei que pegar cada artigo do blog para salvar no Word. Como eu teria o sábado livre, fiz todo o planejamento dessa organização para hoje, mas para minha surpresa, ao acessar meu blog, ele estava fora do ar.

Enviei uma mensagem ao serviço de hospedagem e recebi a resposta de que seria uma migração de servidores para melhorar a qualidade do serviço. Resumindo a história, eu ficaria em média 24 horas com o site fora do ar e de nada podia reclamar, pois o anúncio estava no site deles há vários dias, eu que não li, pois raramente acesso.

Meus planos foram por água abaixo. Como eu precisaria acessar meu site para copiar os artigos escritos em algumas postagens, fiquei sem ter como passa-lo para o Word, atrasando todo o meu planejamento e foi quando eu pensei na possibilidade de perder tudo. Eu tenho feito backups regularmente dos meus sites, mas mesmo que precisasse acessar cada artigo, não seria possível, já que as informações são compactadas em um único arquivo. Foi então que percebi que eu precisava escrever e guardar cada texto meu em um local seguro.

Há artigos aqui no blog que acabam ficando para trás, embora a maior parte deles seja atemporal, ou seja, não perdem a validade com o tempo e continuam sendo úteis (na linguagem jornalística chamamos de matérias frias). No entanto, sempre há como melhorar e acrescentar informações no que escrevi antes.

Foi pensando nisso que planejei fazer diferente: redigir todos os meus artigos no Word (ou outro processador de texto) e salvá-los no meu Dropbox, assim posso acessá-los sempre que desejar e, com uma releitura, alterar algumas informações e adicionar outras, ou seja, fazer uma reciclagem. Assim, nenhum artigo ficará “velho” e obsoleto, pois poderei sempre atualizar o que escrevi no passado, mantendo este espaço não como um blog corrido de assuntos que se perdem com o tempo, mas de um local no qual é possível encontrar informações sempre atuais.

Portanto, comecei desde agora, neste artigo, a fazer diferente. Mesmo que o servidor fique fora do ar, mesmo que a conexão da internet caia, eu sempre terei em minhas mãos tudo o que escrevi aqui no blog. É mais que uma questão de segurança, é bom guardarmos o que escrevemos pois não sabemos quando iremos precisar.

Embora meu dia tenha saído completamente diferente do que havia planejado, foi bom ter acontecido isso para que eu pudesse refletir. Da frustração de não poder fazer absolutamente nada do que eu havia planejado para o dia, veio uma solução, e agora que o servidor voltou, estou aqui, mais animada que antes para tocar uns planos adiante. Gostaria de agradecer aos leitores que me incentivaram pelo Twitter, e aqueles que acompanham o blog pela página do Facebook. Essa semana alcançamos 400 pessoas e eu fiquei muito feliz, pois nunca pensei que um simples blog pra ajudar a divulgar pontos de doação para os desabrigados da enchente de 2011 seria tão útil para todos vocês.

Só tenho que deixar um muito obrigada pelo carinho de todos.

imagem: tumblr

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr
Internet

O susto de quase perder meus arquivos

17/03/2013

O susto de quase perder meus arquivos

Estou viajando. Curtindo a praia, afastada da tecnologia, respirando o ar puro da natureza e acordando com os pássaros cantando na minha janela. Trouxe comigo meu MacBook que não havia saído da mochila até hoje de manhã. Tomei meu café tranquilamente e resolvi checar o que se passa na “vida real”, quando me surpreendi com uma tela preta.

Beep Beep Beep + silêncio + tela preta.

Respirei fundo para não deixar o desespero me possuir. Tentei dezenas de vezes uma solução reiniciando, carregando na tomada, pesquisando no Google combinações de teclas de atalho para um boot e encontrei em um fórum diversos usuários relatando o mesmo problema, e que tiveram que trocar a placa mãe ou que procuraram a assistência técnica e tiveram seus produtos substituídos por estarem ainda na garantia. O problema no meu caso era apenas um: Perdi minhas fotografias!

Como eu fotografo muito, sexta feira resolvi passar todas as fotos do meu cartão de memória para uma pasta “backup” no notebook e formatei o cartão. Minha maior preocupação foi perder todas essas fotos, mas, ao acessar meu blog pessoal – no qual escrevo sobre assuntos aleatórios – me deparei com o post que escrevi sobre o Adobe Revel. Corri para esse site e fiquei aliviada: todas as minhas últimas fotos estavam lá. Aliás, TODAS as minhas fotografias que estavam no HD estavam salvas. Estou tranquila. Se a assistência técnica vai consertar meu MacBook devolvendo-o como estava antes ou se receberei outro novo, não importa, pois tenho a tranquilidade de que não irei perder nada, principalmente um projeto importante o qual estou trabalhando há semanas e que por prevenção, usei o Dropbox.

Esse post é mais que um desabafo. É um alerta para que você, que guarda tudo em seu HD, faça HOJE, AGORA, NOW um backup de suas fotos e documentos em um local seguro. Não confie no seu computador, pois nunca sabemos o que eles podem aprontar conosco, além do mais, é melhor prevenir do que remediar.

O que estou usando?

# DropBox – Faça um cadastro e baixe o programa para o seu computador. Tudo o que você arrastar para a pasta Dropbox, será feito um backup nas nuvens e pode ser sincronizado com todos os seus dispositivos móveis.

Adobe Revel – Funciona como o Dropbox, mas apenas para fotografias. O primeiro mês é ilimitada a quantidade de fotos a serem enviadas. A partir daí, há um limite de 50 fotos mensais ou a opção de pagar por um plano que o torna ilimitado. Também sincroniza com dispositivos móveis.

Agora, mais tranquila, aproveitarei o restante da minha viagem. Amanhã levarei meu MacBook para a assistência e espero conseguir resolver esse problema logo. E você, já teve algum problema parecido?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr