Artigos sobre » Filosofia Iogue

O que é Yoga?

07/04/2016

O que é Yoga? | Camile Carvalho

Em seu livro A Luz da Yoga, o mestre B. K. S. Iyengar explica de forma clara e simples o que vem a ser Yoga. Quando me perguntam o que é Yoga, paro e penso por alguns segundos. Será que é possível definir tudo isso que abrange o Yoga? Como explicar a alguém que nunca praticou que Yoga não é (apenas) fazer posturas, se contorcer e colocar os pés na cabeça? Que você pode praticar Yoga apenas com respiração e meditação? E o mais curioso, que você pode ser um grande Yogue sem nunca ter tido aulas.

Isso tudo é porque Yoga é um estilo de vida, e sua prática vai muito além do tapetinho, tendo alguns estágios que, se praticados de forma sincera e dedicada, transforma completamente nossas vidas.

Vamos à definição por Iyengar:

“A palavra “ioga” deriva da raiz sânscrita “yuj“, que significa jungir, atar, reunir, ligar, dirigir e concentrar a atenção sobre, usar a aplicar. Significa também união ou comunhão. (…) significa a disciplina do intelecto, da mente, das emoções, da vontade, que é o que a ioga pressupõe; significa uma atitude da alma que permite a alguém encarar a vida em todos os seus aspectos com equanimidade.” – pág. 17

Yoga e a escrita

Podemos perceber alguns pontos nesta citação. O primeiro ponto é em relação à escrita da palavra. Muitos têm dúvidas de como se escreve, se usa-se Yoga ou Ioga, e como comentei no vídeo do Youtube, a palavra vem do sânscrito. Yoga (pronunciando-se yôga) é na transliteração do original, e na língua portuguesa escreve-se Ioga (pronunciando-se ióga). As duas formas de se escrever estão corretas, depende da preferência de cada um.

Yoga x Religião

Yoga não é uma religião se observarmos as estruturas religiosas atuais, mas se formos no significado de ambas as palavras, podemos perceber algumas semelhanças. Como o radical da palavra Yoga é Yuj, que significa ligar, união, comunhão, podemos perceber que o indivíduo que a pratica tem uma meta de religar-se a algo. Da mesma forma, a origem da palavra religião é religare, que também significa esta união, uma re-ligação com algo ou alguém.

No entanto, a filosofia yogue nos torna mais conscientes sobre quem somos no universo, seja ele criado por uma energia concentrada que gerou o Big Bang, seja ele criado por um Deus onipotente. É por isso que, independentemente de crenças ou ausência delas, o sistema yogue nos reconecta com a existência e nos ensinando a ouvir nossa voz interna, desenvolvendo o autoconhecimento para transformar nossas vidas. Yoga não é uma religião, pode ser praticada por religiosos e ateus, mas tem este princípio de reconhecer-se como parte de algo muito maior.

O que é Yoga? | Camile Carvalho

Yoga e a co-responsabilidade

Partindo do princípio que houve um Big Bang e que toda a existência de todos os universos provém da mesma energia, há que se concordar que todos somos feitos do mesmo princípio. Árvores, pedras, mares, animais e seres humanos. O mesmo ocorre quando se tem uma crença em um Deus criador de toda a existência. Dependendo da estrutura religiosa, podemos nos ver como criação (filhos de Deus) ou tendo o mesmo princípio do criador (parte de Deus).

Nesse aspecto, as hierarquias acabam se reduzindo e nos colocamos no mesmo patamar por exemplo, de toda a vida em nosso planeta. Isso faz com que pensemos melhor sobre a preservação, respeito e responsabilidade sobre outros seres vivos, sejam eles animados ou inanimados. Yoga é, portanto, esse estado de comunhão com a totalidade, a percepção de que não somos este corpo material, mas sim parte de algo muito maior, pela qual somos também responsáveis e co-criadores.

Yoga e disciplina

Como dito no trecho do livro acima, Yoga é a disciplina do intelecto, da mente, das emoções, da vontade… Isso significa que em vez de pensar no Yoga como um sistema limitador, que nos controla e regula, deve-se ver pelo ponto de vista do autoconhecimento e de auto-observação de como agimos e reagimos em diferentes situações. Quando estamos vivendo no modo da paixão, por exemplo (Rajas), somos impulsivos, atropelamos tudo e acabamos por tomar decisões precipitadas. Já o contrário, quando vivemos no modo da ignorância (Tamas), encaramos nossas vidas com letargia, preguiça e desânimo, o que também é prejudicial.

Para vivermos com a equanimidade, que é o que o Yoga nos oferece, devemos manter nosso equilíbrio de mente, fala, ações e emoções. É o tão conhecido caminho do meio, muito falado também no budismo. Este modo, portanto, é o modo da Sabedoria (Sattva), que nos permite viver de forma plena e feliz.

Como já diz o ditado, “uma lâmpada não tremula num lugar onde não sopra o vento“. Da mesma forma é o yogue, que encontrando essa quietude de sua mente, sentidos e emoções, encontra dentro de si mesmo sua autorrealização e felicidade plena. Afinal, quando vivemos de forma automática, somos incapazes de voltarmos para dentro. Dessa forma, a prática de Yoga nos ajuda a acalmar a mente agitada através das posturas, meditação, exercícios de respiração e observação do nosso dia-a-dia, para que possamos ouvir aquela voz que vem lá de dentro, mas que quase nunca temos tempo de escutá-la.

🌸

O livro citado nesse artigo é A Luz da Ioga, de B.K.S. Iyengar (edição condensada). Cada post que eu fizer pra debater sobre a filosofia do yoga, vou usar algum livro de apoio pra servir também de indicação a vocês.

Iyengar, B. K. S. A luz da ioga. São Paulo: Círculo do livro, 1980.

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

Livros de Yoga para iniciantes

05/10/2015

Dicas de livros de yoga para iniciantes pela blogueira e instrutora de yoga Camile Carvalho » #camilecarvalho

Depois que passei a falar sobre yoga nas minhas redes sociais e aqui no blog, tenho recebido constantemente perguntas sobre dicas de livros para quem está começando a praticar yoga, e depois que recebi um email da leitora Renata Trivilini, que começou a prática há apenas algumas semanas, decidi escrever um post pra compartilhar com todos vocês.

Uma das coisas que sempre comento é que a maioria conhece o yoga através dos asanas, ou seja, das posturas, mas não tem ideia da imensidão e complexidade filosófica que esta atividade está fundamentada. Mas calma, se você conheceu o yoga através das posturas e resolveu arriscar fazer uma aula inicial (ou até mesmo pelo youtube), você está no caminho certo. Porque na verdade, não há errado nesta filosofia, mas é verdade que é um conhecimento tão bonito que quanto mais praticamos e buscamos, mais queremos conhecer.

Podemos dividir o yoga mais ou menos na prática dos asanas, que são as posturas e na base filosófica, que se refere ao vedanta, ou seja, uma literatura tradicional muito antiga que contém informações e preceitos de como ser um yogue, tanto em relação a questões morais e éticas até em relação a pensamentos, ações, alimentação e saúde. É um conhecimento muito completo e muito antigo, que chegou até nós – principalmente no ocidente – através de linhas tradicionais de mestres e discípulos.

É importante ressaltar que yoga não é uma religião, mas grande parte das religiões tradicionais indianas utilizam-se de seus ensinamentos. Portanto, se você segue qualquer outra tradição religiosa ou é ateu, não encare o estudo da filosofia yogue como uma outra religião, mas sim uma tradição de conhecimentos. Posso explicar melhor sobre isso em um outro post mais pra frente. Vamos aos livros?

Autoperfeição com Hatha Yoga – Professor Hermógenes

Dicas de livros de yoga para iniciantes pela blogueira e instrutora de yoga Camile Carvalho » #camilecarvalho

Este livro é um dos queridinhos, principalmente porque o Professor Hermógenes foi um dos primeiros brasileiros a trazer o yoga aqui pro Brasil. Em seu livro, o professor explica muito bem detalhado sobre a importância de se manter uma boa alimentação, uma boa higiene, entre outros conceitos comuns à tradição yogue além de explicar uma série de posturas para serem feitas em casa. É um livro super detalhado e com uma linguagem gostosa de se ler, é como se o próprio professor Hermógenes estivesse falando.

Compre Autoperfeição com Hatha Yoga na Amazon

O Livro de Yoga

Dicas de livros de yoga para iniciantes pela blogueira e instrutora de yoga Camile Carvalho » #camilecarvalho

Este livro é como um manual de asanas e também gosto muito de consultá-lo quando quero montar uma série para minhas aulas ou praticar em casa. Seu foco não é na filosofia mas tem uma introdução bem legal sobre o que é Yoga e no final tem capítulos dedicados à respiração, meditação, mantras, chakras e yogaterapia. Como vocês podem perceber na foto, fiz marcações no livro com as seguintes divisórias: Asanas em pé, inclinações para frente, inclinações para trás, torções, equilíbrios e inversões. Já deu pra perceber que ele tem bastante conteúdo, não é?

Compre O Livro de Yoga na Amazon

O Poder do Agora – Eckhart Tolle

Dicas de livros de yoga para iniciantes pela blogueira e instrutora de yoga Camile Carvalho » #camilecarvalho » O Poder do Agora

O Poder do Agora não é um livro sobre yoga mas fala sobre um dos pontos mais importantes que desenvolvemos durante a nossa prática: o poder de concentração e de vivermos o momento presente. A meditação é extremamente importante e com a yoga aprendemos que quando vivemos preocupados com o passado, vivemos deprimidos e ao focarmos apenas no futuro, desenvolvemos a ansiedade. O caminho do meio é sempre a melhor escolha. Ao vivermos de forma consciente e com a mente no presente, conseguimos de fato aproveitar cada momento de nossas vidas e por isso O Poder do Agora se tornou um queridinho pra mim, daqueles livros que não saem da minha cabeceira.

Compre O Poder do Agora na Amazon

Autobiografia de um Iogue – Paramahansa Yogananda

Autobiografia de um Iogue - Paramahansa Yogananda - Livros para yoga • Camile Carvalho #camilecarvalho

Autobiografia de um Iogue foi um dos primeiros livros que li e me apaixonei sobre este modo de viver. Paramahansa Yogananda narra sua vida desde criança e todas as suas aventuras em busca de um mestre genuíno, de como foi iniciado na Kryia Yoga e de como se tornou um grande professor. Em 1920, Yogananda fundou a Self-Realization Fellowship, uma organização com a finalidade de difundir o autoconhecimento e promover harmonia entre os diversos povos e nações do mundo. É certamente um livro muito inspirador que nos transporta a outra dimensão, outra realidade e abre muito nossa mente em relação a uma cultura totalmente diferente da nossa. É considerado um clássico da literatura espiritual estando na lista dos cem melhores do século XX nesta categoria.

Dicas de livros de yoga para iniciantes pela blogueira e instrutora de yoga Camile Carvalho » #camilecarvalho

O livro do Yogananda é tão inspirador que estou fazendo uma releitura e fazendo várias marcações com post-its

🌸

Estes livros que indiquei nos dão uma visão geral muito boa pra quem está iniciando no mundo do yoga. Outros livros de conhecimento filosófico mais profundo poderei indicar num outro momento, para aqueles que querem se aprofundar mais na filosofia e numa prática mais avançada. Espero que tenham gostado da seleção de livros! Se quiserem saber mais livros que me inspiram, consulte a página fixa aqui no blog: Livros que me inspiram.

E vocês, também têm alguns pra indicar? Deixe aqui nos comentários!

Namastê!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr