Artigos sobre » Casa & Organização

Como organizar as leituras com a Técnica Pomodoro

02/05/2016

 

kindle-camile-livro

A Técnica Pomodoro consiste em separar blocos de tempo de total atenção ao que estamos fazendo intercalando momentos de ação com descanso. Cada pomodoro representa uma janela de tempo de 25 minutos fazendo o que precisa ser feito mais 5 minutos de pausa, podendo ser escolhida neste tempo de descanso qualquer tarefa que não esteja relacionada ao nosso foco principal.

Ao todo, cada “pomodoro” tem a duração de 30 minutos. E assim, quando acabamos um pomodoro (ação + pausa), recomeçamos o ciclo novamente. Uma sessão completa é formada de 4 pomodoros, totalizando assim 2 horas de atenção plena e produtividade, quando então nos damos uma pausa mais longa de 15-30 minutos. É um bom tempo se considerarmos que dificilmente conseguimos manter o nosso foco em alguma atividade por duas horas seguidas!

Resumindo:

pomodoro-icone1 pomodoro = 25 minutos de foco + 5 minutos de descanso

Técnica Pomodoro e as leituras

Como estou fazendo meu desafio de Leitura Mindfulness, decidi experimentar usar a técnica Pomodoro enquanto leio meus livros sem distração. No domingo, escolhi o livro Grande Magia no Kindle para terminá-lo e ajustei o aplicativo Be Focused no celular. Se vocês procurarem pelos gerenciadores de download, há diversos Apps para a mesma finalidade. Quem preferir usar site, recomendo o Tomato-Timer (site) ou o Strict Workflow (extensão do Chrome).

Mantive a atenção total na leitura enquanto o tempo corria (dica: deixe o celular um pouco longe para não ficar olhando o tempo) e quando acabaram os 25 minutos, levantei-me, fui beber uma água, lavar o rosto e já estava pronta para mais um bloco de 25 minutos de leitura. Não demorou mais que 3 pomodoros e enfim, terminei o livro.

Se você ainda não leu o post sobre o meu desafio de Leitura Mindfulness, clique aqui!

Algumas considerações

Não use a técnica Pomodoro como uma competição pra acabar logo algum livro. A intenção do desafio de Leitura Mindfulness não é correr com a leitura, mas fazê-la com concentração total.

De nada adianta usarmos uma técnica de que nos ajuda na concentração, se vamos ler atropelando as palavras com a finalidade de acabar logo um livro. Use o Pomodoro para manter-se engajado na leitura, não para competir com si mesmo.

O que achei?

Minha experiência foi ótima. Claro que foi um teste e pretendo aplicá-la em momentos em que eu estiver com a mente muito agitada, querendo fazer mil coisas ao mesmo tempo. O ideal é sempre termos em mente que a leitura deve ser algo prazeroso, mesmo usando uma técnica de produtividade e concentração.

E vocês, já usaram alguma técnica de concentração e gerenciamento do tempo durante alguma leitura? E concurseiros, como lidam com tantos livros a serem lidos? Deixe seu comentário!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

Como limpar e energizar cristais

07/02/2016

Como limpar e energizar cristais » Camile Carvalho » camilecarvalho.com

Uma dúvida que muitos me perguntam é sobre como energizar (limpar) cristais. Há diversas formas de eliminar as energias negativas, mas é sempre bom adotarmos um ritual e fazermos com frequência para mantermos nossos cristais bem energizados e trazendo todos os benefícios para o nosso ambiente.

Como identificar a energia do cristal?

O primeiro passo é saber quando fazer a limpeza dos nossos cristais. Não há uma regra certa de periodicidade, mas é sempre bom tentarmos analisar as energias que os cristais estão emanando. Um cristal bem energizado tem a temperatura mais fria, então uma dica de ouro que aprendi com um professor especialista no assunto, é encostar a pedra na bochecha e sentir sua temperatura. Se estiver fria, ele está bem energizado, porém, se o cristal estiver da temperatura do nosso corpo pro quente, é hora de fazer uma boa limpeza.

Claro que esta é apenas uma forma de identificar a necessidade de limpeza dos cristais, mas também podemos seguir nossa intuição. Se o ambiente está muito tempo fechado (por exemplo, após uma viagem longa) ou se queremos utilizá-lo para algum propósito específico, é sempre bom renovar suas energias para que voltem a vibrar.

Como limpar e energizar cristais » Camile Carvalho » camilecarvalho.com

Como fazer a limpeza dos cristais?

Como eu comentei acima, há diversas formas, desde passá-lo em uma fumaça de incenso até banhá-los na água do mar. Cada um tem que buscar sua própria forma de limpar os cristais, mas a que eu faço com frequência (e minha intuição concorda) é a seguinte:

1. Coloque-os num recipiente de vidro

Pode ser um bowl, uma travessa ou um copo, contanto que caibam todos os cristais dentro e dê para ficarem submersos à água. Como eu tenho muitos cristais, toda vez que faço uma limpeza aproveito para dar um “banho coletivo” e por isso uso um recipiente grande para caberem todos.

2. Encha de água até todos ficarem cobertos

Meus cristais ficam mais ou menos até a metade do recipiente, então encho de água corrente (da torneira mesmo) até cobri-los todos.

3. Adicione sal grosso

Muitos têm dúvidas sobre o banho de sal grosso, mas o que acontece é que o sal limpa as energias deixando o objeto/pessoa/o que for num estado digamos que neutro. Ele é capaz de remover tanto as energias negativas, quanto também as positivas. É uma explicação simplificada para facilitar a compreensão, mas o sal grosso atua como se estivesse fazendo uma limpeza independentemente da vibração energética que o objeto carrega. No nosso caso, como não temos certeza se todos estão vibrando de forma positiva, ele neutraliza para que depois possamos programar com que energia aquele cristal ficará.

4. Reprograme-os com óleos essenciais

Eu sempre digo e repito: se você ainda não conhece os óleos essenciais, por favor, experimente! 😛 Já escrevi um post sobre o poder terapêutico deles (aqui) e eu gosto demais de usá-los nos meus cristais. Como eu falei no tópico anterior, ao adicionarmos sal grosso, estamos removendo as energias independentemente se são favoráveis ou desfavoráveis, e por isso temos que adicionar uma vibração energética com que queremos que eles fiquem após a limpeza.

Gosto de alternar o uso entre o óleo essencial de Lavanda ou de Alecrim, que além de possuírem um aroma delicioso, também transmitem calma, poder de concentração e meditação, deixando uma aura leve no ambiente.

A forma que faço é pingando de 3 a 5 gotas na água em que os cristais estão mergulhados (sim, junto ao sal grosso), mas há quem prefira fazer um banho de sal grosso e depois de enxaguar, fazer um banho com os óleos essenciais. Vai da intuição de cada um.

5. Luz do sol ou da lua

Leve o recipiente para algum lugar que possa pegar sol ou os raios da lua. Eu gosto de lavar meus cristais e deixá-los do fim da tarde até a manhã seguinte para que possa se aproveitar da energia tanto do sol quanto da lua (não tenho uma lua específica, mas tenho vontade de pesquisar melhor para saber qual a lua mais favorável para isso). Se não tiver como deixá-los pegando luz do sol ou da lua, não tem problema, o próprio sal grosso com o óleo essencial já ai fazer a limpeza necessária.

6. Água corrente

No dia seguinte, pego o recipiente e retiro a água. Não é bom reaproveitá-la para nada, ela deve ser descartada. Passo rapidamente os cristais em uma água corrente e deixo sobre uma toalha felpuda para secar. Pronto! Os cristais estão reenergizados e bem geladinhos, prontos para serem colocados de volta em seus lugares estratégicos.

Dica

Se você não tem óleos essenciais em casa, não tem problema. Os cristais podem ser colocados apenas na água com sal grosso e, ao escorrer a água, energize-os da forma que achar melhor (fumaça de incenso, oração, luz do sol etc.) O importante é removermos aquela energia estagnada que estava neles e adicionarmos a intenção de boas energias.

Não se assuste com o ritual achando que é muito complicado. Acredite em mim, é super rápido fazer a limpeza dos cristais, o post ficou grande porque quis explicar cada passo direitinho. Na verdade o que faço é pegar todos os cristais, colocar no pote, adicionar água, sal grosso e umas 5 gotas de óleo essencial e levar para a varanda para virar a noite. É super simples!

Espero que tenham gostado da forma como energizo meus cristais. Se você também faz isso, compartilhe conosco aqui nos comentários! É sempre bom aprender outras formas de trazer boas vibrações para o nosso ambiente.

Um agradecimento especial para a Jessica do blog Jessica M que me perguntou  no twitter sobre como energizo meus cristais. A ideia do post já era antiga, mas foi ela quem me deu um empurrão para descrever tudo direitinho para vocês.

Se você tem alguma dúvida sobre energias, Feng Shui ou qualquer outro assunto, sinta-se à vontade para perguntar aqui no blog.

Até mais!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

Arrumando o quarto após uma viagem

27/01/2016

Arrumando o quarto após uma viagem | Camile Carvalho

Todas as vezes que passo um tempo longe de casa, quando retorno é uma sensação um tanto estranha. O que eu havia deixado do meu jeito, com a minha energia antes de partir, parece não combinar mais com a energia com a qual retornei. Não sei se é por ter ficado muito tempo parado, sem uso – o que faz com que a energia fique estagnada – ou se porque mudei muito durante o período fora. Na verdade, acho que é uma combinação dos dois, e por este motivo gosto sempre de fazer uma super arrumação com declutter.

Segundo o Feng-Shui, energia estagnada não é benéfico, e sabendo disso, gosto de arrumar o quarto mudando o que posso de lugar. Como meus móveis são planejados, não há muito o que fazer com guarda-roupas, cama e bancada, mas em relação à decoração, nada fica do jeito que deixei. Vou compartilhar com vocês as mudanças que fiz por aqui que fizeram uma boa diferença na energia do ambiente.

1 – Preparei o material que precisava. Pra não dar mais trabalho, já peguei tudo que ia precisar durante a arrumação: vassoura, pá de lixo, panos de limpeza, produtos de limpeza etc.

2 – Coloquei roupas para lavar. Tanto as roupas que voltaram da viagem como outras que ficaram por aqui fora das gavetas. Gosto de fazer declutter de roupas com todas lavadas e limpas, assim tenho uma noção melhor da quantidade de roupas que tenho e também, ao doar, as roupas já vão limpas para seu novo destino.

Já falei aqui no blog sobre minhas organizações das minhas roupas e sobre como criei meu armário-cápsula. Quem quiser ler mais sobre isso, no site do Westwing tem um post muito bacana ensinando como ter um guarda-roupa perfeito tanto para homens, como para mulheres.

Arrumando o quarto após uma viagem | Camile Carvalho | Livros de budismo e yoga

3 – Esvaziei prateleiras. Meu quarto tem muitas prateleiras e estantes ocupados com meus livros, então costumo tirar tudo e colocar no chão do meu quarto. Assim fica mais fácil de limpar as superfícies e mudar a decoração. Minha regra é: voltar apenas o que realmente quero em cada lugar.

4 – Reorganizei livros e enfeites. Depois de tudo limpo, separei meus livros de yoga, de budismo, de empreendedorismo e os coloquei num destaque maior, já que é o que ando lendo mais. Os outros vão para o armário fechado. Como sou apaixonada por livros, eles é quem comandam minha decoração. Os enfeites entram depois, quando os livros já estão em seus devidos lugares.

» Veja a lista dos livros que me inspiram

Arrumando o quarto após uma viagem | Camile Carvalho | Livros de budismo

5 – Troquei roupa de cama e limpei o quarto. Sempre que preciso dar uma renovada nas energias do quarto, troco a roupa de cama. Faz muita diferença no ambiente.

6 – Coloquei meus cristais para reenergizar. Tenho o costume de pelo menos uma vez por mês colocar todos os meus cristais num pote de vidro com água e óleo essencial de lavanda. Deixo na varanda para energizar na luz do sol ou até o dia seguinte.

Arrumando o quarto após uma viagem | Camile Carvalho | como limpar cristais

7 – Por fim, após varrer o chão, coloco óleo essencial no difusor ou acendo um incenso. Depois dessas etapas o ambiente fica bem mais leve e reenergizado.

» Leia mais sobre Aromaterapia e Óleos Essenciais

E vocês, como costumam voltar à rotina após uma longa viagem? Também sentem a energia estagnada? Como se organizam? Contem aqui nos comentários!

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr