Quanto mais espaço temos, mais acumulamos

25/11/2015

Quanto mais espaço temos, mais acumulamos - Camile Carvalho

É impressionante esta constatação. Hoje, trabalhando aqui em casa com meus textos, vídeos e fotos, meu computador travou completamente. Completamente mesmo, sabe? Daquele jeito que até o mouse ficou preguiçoso pra chegar até o botão de Forçar Encerrar. Mas era claro que, com tantos programas abertos somados a uma quantidade enorme de novos vídeos e fotos, um dia meu querido computador levantaria a bandeira branca de paz.

Forcei o reinício diretamente pelo botão. Demorou. Carregou lentamente, e quando finalmente abriu a tela inicial, nada funcionava. Tentei abrir o Finder e lembrei-me daqueles computadores velhos da época da internet discada. Pensou, pensou, e preguiçosamente rendeu aos meus pedidos, mas sem carregar direito o conteúdo. Estava cansado, era bem visível. E olha que não uso Windows 3.1…

Com muito esforço consegui acessar minha pasta de vídeos. Claro, empolgada do jeito que estou com as novas gravações, era óbvio que a pasta estaria cheia de vídeos novos, até do que nem seria interessante ser gravado. Ficamos empolgados com câmera nova, cartão de memória novo (antes era de 4Gb, agora, de 36) e com isso vamos produzindo conteúdo, produzindo e produzindo… numa energia que parece não ter fim.

Em relação às fotos? Milhares ocupam meu HD. Algumas boas, outras nem tanto, poucas ótimas, dignas de serem guardadas com carinho. Eu amo fotografia e acho que todos que também têm o prazer de clicar se identificam, pelo menos um pouco, comigo.

Mas, será que foi só porque estou com câmera nova que deixei acumular tantos arquivos assim? Talvez não. Hoje tenho muito mais espaço disponível. Se antes a pouca capacidade de armazenamento me forçava a ser mais seletiva – vide o filme de 16 poses da câmera analógica – hoje posso fazer vários cliques por segundo, sem me preocupar se a foto ficou boa, afinal, será apenas no computador que precisarei lidar com a curadoria.

E foi no momento de inatividade, aguardando que meu computador voltasse a responder, que me dei conta de que preciso – urgentemente – rever tudo o que ando acumulando, pelo menos no meio digital. Chegou a hora de desapegar, de selecionar, de ser mais crítica em relação ao que armazeno. Ainda que eu tenha um grande espaço contado em bits, a questão vai muito além de ter ou não espaço. Neste caso, está muito mais ligado ao apego emocional e desorganização.

Está decidido então, livrarei meu querido computador do peso desses vídeos. Agora sim ele poderá funcionar livre e leve, como deveria ser. A solução? Tirei meu HD externo da gaveta. Ah… lá tem espaço pra caramba! Problema resolvido!

Será?

Compartilhe o artigo:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on Tumblr

8 comentários leave one →

  1. Como diz a minha mãe: nada na minha vida é tão organizado quanto meu computador HAUSHUASHUAS Eu sou meio pirada com meu computador dar a loka e travar por excesso de coisa então vídeos do blog ou minha séries (que eu baixo todas e não consigo deletar rs) estão todos no HD externo. E tenho muita coisa no google drive também.

    E impressionante como uma limpeza no meio digital dura pouco já que agora estamos acostumados a ser acumuladores digitais.

    Um beijo

    Responder
    • Oi Stephanie!

      Quando eu baixava séries também acumulava muita coisa.. até que um dia resolvi apagar tudo. Já tinha visto mesmo, não fazia mais sentido manter no meu HD. 🙂

      Acho que nossa mania de acumular coisas físicas passou pro digital. É muito importante de tempos em tempos fazer uma revisão do que pode ser descartado, senão acabamos nos perdendo no meio de tanta tralha.

      Beijos!

      Responder
  2. Luane

    Eu sempre me pego pensando nisso também… Lembro de um post antigo seu sobre “como organizar fotos” ou algo assim, me inspirou a fazer uma bela limpeza! haha

    Mas agora as coisas se acumularam de novo e preciso fazer o processo mais uma vez. Acho que devemos tentar já fazer uma “seleção” conforme produzimos essas coisas, né?

    É difícil, é difícil rs

    Responder
    • A melhor coisa é já selecionar quando passa pro computador. Eu costumo fazer uma revisão mensal do que vou passar pro HD externo. Quando acaba o mês olho foto por foto e deleto muitas tremidas, repetidas e as que não ficaram boas mesmo. Aí arrasto a pasta pro HD externo e deixo lá no backup.

      Beijos!

      Responder
  3. Eu não me acho uma acumuladora digital. Meu MacbookAir só tem 64B, mas nunca deixo ele com mais de 40 GB ocupados. Todos meus arquivos de trabalho cabem em menos de 32GB e meu HD externo não tem mais de 100GB.
    E te digo que tem coisa repetida que posso eliminar ainda.
    Mas tbm não lido com vídeos ou fotografias, acho que esses são grandes violões…
    Bjo

    Responder
    • Eu também não consigo acumular tralha digital. Estou sempre deletando o que não vou precisar guardar e o melhor é fazer isso logo após usar cada arquivo, quando sabemos que não vamos precisar usá-lo mais vezes. O problema é que como voltei a mexer com gravações, ainda não estou conseguindo organizar os arquivos de vídeo. Eles que estão bagunçados… pra ter uma ideia, um simples arquivo de mais ou menos 5 minutos são 4Gb… por isso vou precisar da ajuda do HD externo, senão não tem computador que aguente hahah.

      Beijos!

      Responder
  4. Olha… não sei se o HD externo vai resolver o problema, ou só mudá-lo de lugar 😀
    Tenho um amigo que tem varios HDs externos. Mas ele nem olha ou consulta o que tem neles.

    Tinha uma época que eu guardava instaladores de programas baixados na internet. Até que eu me dei conta que se eu precisar deles novamente, eu baixo outra vez!

    Quanto as fotos: Sugiro que você conheça o Flickr Uploadr, que faz backup automático de todas as suas fotos, em modo privado na sua conta do Flickr. Espaço infinito de 1tb! Eu ainda escreverei um post sobre isso em meu blog… mas já te deixo a dica 🙂

    Responder
    • Oi, Adriano! Que bom te ver por aqui!
      Esse texto foi uma espécie de crônica, não joguei tudo pro HD externo não. Sei que não resolve o problema, apenas mascara. Eu tenho no meu HD externo apenas o backup das fotos e vídeos e de forma extremamente organizada. Sou muito metódica quanto a isso haha.

      Já falei aqui no blog ano passado sobre o Flickr Uploadr. Já testei pra fazer backup, mas não é muito viável quando precisamos baixar os arquivos pra manipulá-los. Sempre estou navegando pelas fotos antigas pra colocar em um novo post ou pra enviar pra alguém, e depender de entrar no Flickr pra buscar essa foto não é muito viável pra mim. Eu uso mesmo pra deixar lá e esquecer, como um arquivo morto mesmo haha.

      Dê uma olhada nos posts sobre organização das fotos:
      » Como fazer download (em massa) de fotos do Flickr
      » Organizando e sincronizando as fotografias digitais
      » Como organizar fotos do ano passado

      Depois se escrever sobre o assunto me avise aqui pra trocarmos mais dicas!

      Abraços!

      Responder

Gostou do que escrevi? Deixe um comentário! :)